A Vida no Centro

Francine Costanti

Olhar literário

Francine Costanti é jornalista, e seus textos - na maioria sobre cultura e entretenimento - já passearam pelas redações dos portais iG, R7 e Sesc-SP. Hoje é redatora na agência Vert e escreve sobre marketing de conteúdo. Como inspiração pessoal, a ideia aqui é explorar a cena de música e literatura do Centro de São Paulo, desde os contos literários de Mário de Andrade até as letras de Emicida. Esse espaço é feito para e por todos. Por isso fique à vontade para deixar sugestões.

12 clipes gravados no Centro de São Paulo

O Centro de São Paulo é o lugar mais procurado da cidade para filmes e comerciais. E não poderia ser diferente com os videoclipes. Veja clipes que foram gravados no Centro da cidade

Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

O centro de São Paulo é cheio de vida, cores, movimento, caos, silêncio e arte. Esse é um dos motivos que desperta a vontade das pessoas de estarem aqui. São lugares que guardam histórias, memórias e, para alguns, traz bastante saudosismo. São lojas, bares, cafés, livrarias e lugares novos surgindo a todo tempo em um passeio que pode ser feito a pé.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

A arquitetura única chama a atenção também dos artistas, que usam esse cenário de fundo para seus clipes. Fiz uma lista com alguns vídeos gravados no Centro de São Paulo (repare que algumas letras conversam muito com as imagens). Fica também a dica de novos artistas e músicos mais experientes que eu admiro:

Luedji Luna – Um Corpo no Mundo

A cantora baiana traz o batuque do candomblé e faz uma conexão sensível das ruas do centro com o mar. O figurino todo branco se destaca no meio de tantas roupas coloridas das pessoas que transitam ao redor.

Otto – Pra Ser Só Minha Mulher

Esse é um dos poucos clipes que, além de mostrar as ruas na luz do dia, também retrata a cena da noite paulistana na Rua Augusta e suas famosas casas noturnas. Tem a participação de Xico Sá, grande amigo de Otto, e Alessandra Negrini, sua ex-mulher e, na época, grávida da única filha do casal, Betina.

Thiago Petit – Nightwalker

A bela Alice Braga dança pelas ruas bairro de Higienópolis, em São Paulo e comanda a coreografia de quem quiser acompanhá-la. Alice está com um vestido que lembra a cauda de uma sereia e a música é deliciosa! O vídeo é dirigido por Renata Chebel e Vera Egito.

Rael – Diferenças

Na letra, Rael fala sobre a diferença de classes sociais e de quem tem que enfrentar o metrô lotado e percorrer um longo caminho até o trabalho. A Catedral da Sé, o Minhocão e o Largo do Paissandu fazem o cenário da manifestação.

Bixiga 70  – Quebra-Cabeça

Inspirado na figura Jimmy The Dancer, conhecido da noite dub-reggae em São Paulo, o vídeo se passa nas ruas do bairro que a banda traz no nome. E claro que não poderia faltar a famosa Escadaria do Bixiga, o Teatro do Incêndio e as ruas Conselheiro Carrão e Treze de Maio. Aproveite o passeio!

Jaloo – Insight

Aqui o cenário inicial é a Praça Dom José Gaspar, por onde o ano todo passam festas, shows e blocos de Carnaval. O músico do Pará traduz a ferveção de curtir o centro com os amigos. Há cenas na Rua Direita, na Casa de Francisca e no Centro Cultural Banco do Brasil.

Marina Lima – Só os Coxinhas

A cantora se rendeu e veio pra cá gravar esse clipe que mostra, entre outras tantas ruas, a São Bento e o Largo do Paissandu. A carioca põe todo mundo pra dançar e cantar com ela.

Cansei de Ser Sexy – Let’s Make Love and Listen to Death From Above

Uma das bandas que trouxe para São Paulo o chamado “electro-rock”, os moderninhos gravaram esse clipe no Minhocão com uma fotografia bem criativa.

Kamau – 21/12

O rapper de alma paulistana mostra o encontro com os amigos skatistas e passa pelo Pátio do Colégio, Viaduto do Chá e termina com DJ Nyack em uma loja de discos, na Galeria Nova Barão, especializados em hip hop.

Titãs – Antes de Você

O cenário escolhido para o vídeo foi o famoso Viaduto Santa Ifigênia. A banda representa de forma genuína o que é São Paulo: rock, atitude e barulho. Em algumas cenas, aparecem muitas pessoas com sacos de papelão no rosto e neles está a famosa capa de “Cabeça Dinossauro”.

Criolo – Freguês da Meia-Noite

Com produção cinematográfica, o vídeo traz uma linha sofisticada em trabalho branco e preto e mostra um escritório típico de edifícios antigos, com salas amplas e móveis pesados de madeira  A letra dá a dica, tudo acontece no Largo do Arouche, em frente ao Mercado das Flores.

Supla – Extremistas Fundamentalistas

Entusiasta da cidade de São Paulo, tanto na origem como no estilo punk, Supla não poderia ficar de fora da lista. Ele passa pelo comércio da Rua 25 de Março, a Avenida Paulista, e ainda entra em um vagão da Linha Amarela de metrô.


E aí, você já conhece algum desses lugares ou deu vontade de vir pra cá?

Leia também: WEBSÉRIE A VIDA NO CENTRO MOSTRA O ESTILO DE VIDA NO CENTRO; VEJA VÍDEO

Veja os outros posts do blog.