A Vida no Centro

Vista do mirante do Sesc Avenida Paulista, no 17º andar
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Veja fotos do Sesc Avenida Paulista: mirante fica no ponto mais alto de SP

Nova unidade do Sesc tem programação voltada para os temas Arte, Corpo e Tecnologia e um mirante de acesso gratuito no 17º andar. Veja imagens

Avenida mais importante de São Paulo, a Paulista ganhou mais um reforço em sua vocação de principal polo cultural da cidade com a inauguração neste ano do Sesc Avenida Paulista. Confira aqui a programação de abertura. E o melhor, com um mirante justamente no ponto mais alto da cidade, com vista para toda a avenida, e voltada para a região central da cidade.

A nova unidade do Sesc, no segundo quarteirão da avenida, do lado do Paraíso, na mesma quadra da Casa das Rosas, ao lado do Itaú Cultural e em frente à Japan House, terá um destaque especial a programação ligada ao trinômio Arte, Corpo e Tecnologia.

O público terá acesso aos teatros, salas de exposições e espaço para crianças de várias idades. Uma ampla e variada programação vai mostrar a diversidade de usos das salas cênicas e de exposições, que podem assumir várias configurações de acordo com a necessidade.

Mirante do Sesc Avenida Paulista

O mirante no 17º, será aberto ao público e gratuito. No local haverá ainda uma cafeteria. No andar de baixo, uma comedoria, como já é tradicional nas demais unidades do Sesc na cidade. Além do mirante no alto do prédio, é possível contemplar a avenida dos outros andares, em vistas que adquirindo novas

Para os associados (comerciários com carteira assinada), o Sesc contará ainda com clínica odontológica e atividades esportivas, inclusive um andar totalmente dedicado à prática de pilates. Nos dois primeiros meses, as atividades esportivas estarão abertas também aos não associados.

Veja fotos do novo edifício:

Novo perfil da Avenida Paulista

O edifício onde está o Sesc Avenida Paulista foi construído nos anos 1970 para ser um prédio de escritório, com salas fechadas e pé direito baixo. Ao longo dos anos, o local foi incorporando algumas atividades do Sesc abertas ao público, como seminários, exposições e apresentações musicais. Em 2005, a administração regional do Sesc São Paulo deixou o local, que foi sendo adaptado para uso do público. Em 2010 começou a reforma, que terminou agora com a entrega do prédio totalmente reformulado, com um retrofit que o adaptou para receber um público estimado em 18 mil pessoas por semana e às exigências de segurança, como escada externa, além da construção do mirante.

Na reforma, um dos objetivos foi criar uma permeabilidade entre o prédio e a rua, convidando os transeuntes a entrar. “Não é para os moradores da Avenida Paulista ou para o entorno, mas para a cidade toda, diz o gerente regional do Sesc São Paulo”, Danilo Santos de Miranda. “Queremos acolher quem está do lado de fora, independentemente de quem seja, de que roupa estiver usando. É para todos.”

Leia também: Pra você, que música representa São Paulo

Veja como uma casa de 105 anos no Arouche virou um espaço cultural

Reforçando o caráter cultural e de uso cada vez mais intenso da Avenida Paulista, o Sesc está negociando com a Prefeitura para, em conjunto com o Itaú Cultural, transformar em calçadão a Rua Leôncio de Carvalho, que liga os dois prédios.

Em tons de cinza e com alguns rasgos na horizontal na face voltada para a Paulista, o prédio é moderno e elegante, mas não chama a atenção na paisagem. “Fizemos um edifício que não berrasse na Avenida Paulista. Não queríamos criar ícones”, explica o arquiteto Gianfranco Vannucchi, arquiteto responsável pelo projeto. Já as aberturas irregulares foram propositais. “As aberturas em cada andar permitem olhares diferentes da Avenida Paulista”, diz ele.

De fato, além do mirante do último andar, é possível descobrir ângulos de visão, igualmente deslumbrantes, em outros andares. Em alguns, surpreende o verde presente naquele trecho da avenida mais famosa e movimentada de São Paulo.

Endereço: Avenida Paulista, 119