Assine nossa Newsletterfique por dentro de tudo o que rola no centro

A Vida no Centro

Teatro Municipal

SP, 100 anos depois: vídeo mostra mudanças na paisagem urbana em um século

Imagens mostram o que aconteceu com vários prédios históricos nos últimos 100 anos. Alguns sobreviveram, outros não

São Paulo mudou muito durante o século 20. A cidade que no início dos anos 1900 apenas começava a se expandir para além do Vale do Anhangabaú chegou ao século 21 como uma das maiores metrópoles do mundo. Neste processo, prédios foram demolidos, arranha-céus foram erguidos, a cidade se verticalizou e a paisagem tanto da região central quanto de vários bairros mudou bastante.

Olhando fotos antigas de São Paulo, o jornalista Ismael Pfeifer e sua filha, a fotógrafa Natália Pfeifer, decidiram matar a curiosidade sobre o destino de lugares e prédios antigos e verificar, em imagens,  o quanto a cidade realmente mudou.

Pesquisaram fotos de 1916 na internet e refizeram as fotos dos mesmos lugares no ano passado. O resultado pode ver visto no vídeo SP, 100 anos depois, que coloca lado a lado as imagens de 1916 e 2016.

O vídeo surpreende, contrariando o senso comum de que São Paulo não respeita sua memória e põe abaixo seus prédios antigos sem a menor cerimônia. Alguns prédios de fato foram substituídos, especialmente em regiões mais novas da cidade, como a Avenida Paulista. Mas outros, principalmente no centro, estão praticamente intactos – apenas com árvores mais crescidas ao redor. É o caso do Theatro Municipal, Mosteiro de São Bento e outros.

“Tem prédios históricos preservados, mas o cenário urbano está muito alterado, como era de se esperar”, diz Ismael. “Mas não tivemos como objetivo a crítica. Era mesmo tentar revisitar o passado arquitetônico da cidade por meio do olhar fotográfico”, afirma.

Leia também:

Quer conhecer mesmo o centro de São Paulo? Que tal um passeio a pé?

Visita guiada: conheça o jardim suspenso do Edifício Matarazzo

O vídeo cumpre esse papel de mostrar as mudanças nesta paisagem urbana. “É muito curioso pisar no mesmo lugar em que fotógrafos estiveram há um século e contrapor a visão deles com a paisagem atual”, diz Ismael, já antecipando que pretende fazer uma sequência, visitando outros locais para analisar o tamanho da mudança.

Assista ao vídeo e veja o que mudou em 100 anos: