A Vida no Centro

Baladinha perto do Largo Santa Cecília. Foto: Denize Bacoccina
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

7 dicas para aproveitar melhor o Parque Minhocão

Fechado aos sábados e domingos para os carros, o Minhocão torna-se área de lazer para os paulistanos. Veja o que fazer por lá

A luta de muitos anos da Associação Parque Minhocão finalmente deu resultado: o prefeito João Doria sancionou a lei que cria oficialmente o Parque Minhocão e amplia o horário de fechamento do local para os carros. Agora o Minhocão será exclusivamente dos pedestres – e ciclistas, skatistas, pets e todos os não motorizados – por um período maior, consolidando a nova ocupação do local para o lazer dos paulistanos.

A partir de março, o Minhocão ficará totalmente fechados para carros aos sábados, domingos e feriados, durante o dia todo. A partir de maio, o tráfego será proibido de segunda a sexta-feira, entre 20h e 7h, ampliando o horário atual, das 21h30 às 6h30.

A Prefeitura tem prazo de dois anos para apresentar um estudo e uma proposta de desativação definitiva do local para o tráfego de veículos.

História do Minhocão

Construído em 1970 pelo ex-prefeito, nomeado pelos militares, Paulo Maluf, o Elevado Presidente João Goulart (anteriormente batizado de Elevado Costa e Silva) foi na época considerado uma grande obra de engenharia e fundamental para ligar a zona oeste à zona leste.

O projeto melhorou o trânsito dos veículos mas teve um impacto negativo na região central. Os bairros de Vila Buarque, Santa Cecília e Campos Elíseos foram cortados ao meio pelo viaduto de 3,5 quilômetros de extensão, que em alguns casos passava a menos de um metro dos apartamentos. A consequência foi o aumento da poluição sonora e do ar, o êxodo dos moradores, a queda dos valor dos imóveis e degradação da região como um todo.

Nos últimos anos, porém, a boa localização trouxe novos moradores para o local, e o viaduto vem sendo apropriado pelos paulistanos como área de lazer. De corridas e passeios de bicicleta a churrasco com os amigos, de feirinhas de roupas a festinha de Réveillon improvisada, o Minhocão já é um importante espaço público do Centro de São Paulo.

LEIA TAMBÉM
CITY TOURS PARA CURTIR O CENTRO DE SÃO PAULO: A PÉ, DE BIKE, DE DIA, À NOITE

Quem só passa por ali de carro não entende como uma pista de asfalto pode se tornar um local de lazer. Mas lá de cima dá pra ver que a região não tem apenas prédios degradados, mas também ilhas verdes, belíssimos grafites e vários jardins verticais. Mas, como o local é mal policiado, é preciso ficar atento com os roubos de celular.

A Vida no Centro foi lá conferir o que rola num domingo e trouxe algumas sugestões para o seu próximo fim de semana.

Baladinha vespertina

Não existe uma programação oficial ou regular, mas muitas vezes acontecem baladas em algum ponto do Minhocão. Como este, perto do Largo de Santa Cecília, com música eletrônica e bebidas garantidas pelos ambulantes.

Baladinha perto do Largo Santa Cecília. Foto: Denize Bacoccina

Baladinha perto do Largo Santa Cecília. Foto: Denize Bacoccina

Caminhar com os amigos e tomar sol

Este é o básico. Mas numa cidade com tanta sombra como São Paulo, é sempre bom aproveitar as oportunidades de caminhar livremente ao sol batendo papo com os amigos. Ou sozinho, pra pensar na vida, ouvir uma música, relaxar.

Caminhar com os amigos e tomar um sol. Foto: Denize Bacoccina

Caminhar com os amigos e tomar um sol. Foto: Denize Bacoccina

Quando cansar de se exercitar, pode sentar uns minutinhos no canteiro central. Foto: Denize Bacoccina

Quando cansar de se exercitar, pode sentar uns minutinhos no canteiro central. Foto: Denize Bacoccina

Andar de bicicleta

Dá para levar a bicicleta de casa…

Bicicleta e domingo de sol: combinação perfeita. Foto: Denize Bacoccina

Bicicleta e domingo de sol: combinação perfeita. Foto: Denize Bacoccina

Ou alugar as bicicletas do Itaú na Praça Roosevelt, pelo aplicativo

Ponto de aluguel de bicicletas na Praça Roosevelt, bem perto do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Ponto de aluguel de bicicletas na Praça Roosevelt, bem perto do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Andar de skate (ou aprender a andar)

Skate no Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Skate no Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Escolinha para pequenos skatistas. Foto: Denize Bacoccina

Escolinha para pequenos skatistas. Foto: Denize Bacoccina

Renovar o guarda-roupa

Quer dar uma renovada no figurino? Então pare em algumas lojinhas informais ao longo do corredor.

Loja a céu aberto. Foto: Denize Bacoccina

Loja a céu aberto. Foto: Denize Bacoccina

Levar os cachorros pra passear

Os dogs também podem aproveitar o fim de semana, né?

Dogs também têm seu espaço. Foto: Denize Bacoccina

Dogs também têm seu espaço. Foto: Denize Bacoccina

Apreciar os grafites de uma vista privilegiada

Ao longo do percurso no Parque do Caminhão, você terá várias oportunidades para apreciar a arte urbana.

Grafites ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Grafites ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Grafites ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Grafites ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Ver os jardins verticais

E não é só grafite que você vai ver no parque. Há alguns jardins verticais no caminho que dão um colorido especial à paisagem.

Jardins verticais nos prédios ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

Jardins verticais nos prédios ao longo do Minhocão. Foto: Denize Bacoccina

 

Quer ver mais fotos do Minhocão? Clica aqui