Assine nossa Newsletterfique por dentro de tudo o que rola no centro

A Vida no Centro

Espaço Bem Viver Centro sedia exposição e debates sobre o Parque Minhocão

O Minhocão como área de lazer: exposição de fotos e debates sobre o presente e o futuro do elevado

Associação Parque Minhocão faz exposição de fotos e debates sobre a relação com a cidade, mobilidade urbana e novas maneiras de convivência no centro de São Paulo. Veja dias e horários

A Associação Parque Minhocão, com espaço expositivo cedido pelo projeto Bem Viver programa (Minha Casa, Minha Vida no centro), organiza uma exposição coletiva sobre o Elevado Presidente João Goulart, o Minhocão. A exposição fica no futuro canteiro de obras do empreendimento, na Rua Major Sertório 585, na Vila Buarque. O local está decorado com desenhos de crianças da Escola Municipal de Educação Infantil Patricia Galvão, na Praça Roosevelt, transpostas para as paredes pelo artista plástico Tec, autor de um grafite na lateral de um prédio ao lado do Minhocão.

A coletiva exibirá fotos registradas por moradores, frequentadores, visitantes brasileiros e estrangeiros, mostrando as conquistas da comunidade em prol da criação do Parque Minhocão – nome dado ao espaço durante o período em que ele fica sem carros: entre 21h30 e 6h30 da manhã durante a semana e a partir das 15h de sábado nos fins de semana.

A curadoria é do arquitetoFelipe SS Rodrigues, mestrando em arquitetura e urbanismo pelo Mackenzie e Annabella Andrade, defensora popular, gestora ambiental, ativista socioambiental, ambos voluntários da Associação Parque Minhocão.

Veja vídeo com imagens aéreas do Minhocão:

Além da exposição, o local sediará uma programação de debates e rodas de conversa sobre o tema, com arquitetos e ativistas em prol de uma idade mais aberta e com espaços de usufruto de seus habitantes. Ao mesmo tempo, o projeto “Cidades Das Pessoas. Pessoas Das Cidades”, vai entrevistar os visitantes sobre a relação deles com a cidade.

Veja aqui algumas fotos da exposição

Os ensaios fotográficos são dos frequentadores do elevado como Adriano Choque, Davi de Lacerda, Felipe Morozini, Lena Kilina (performer russa), Luciana Alexandrino, Norma Bonacorso, Pietro Sargentelli, Felipe Rodrigues entre outros. As fotos serão exibidas num cubo digital, em looping.

Ironicamente, a exposição sobre o Minhocão é fora dele. Isso porque os Consegs (Conselhos de Segurança) da região entraram com representação no Ministério Público e o promotor recomendou explicitamente que a Prefeitura Municipal não autorizasse nenhum tipo de evento no elevado, que tem 2,8 quilômetros de extensão. A Prefeitura tem acatado a decisão do MP, apesar de várias atividades que se desenvolvem no Minhocão à noite e nos fins de semana, de banho de sol a prática de yoga.

Leia também: 7 sugestões para aproveitar melhor o Parque Minhocão.

A Vida no Centro apoia o projeto.

Programação

Exposição “Parque Minhocão: Uma Retrospectiva do Presente”

Rua Major Sertório 585, Vila Buarque

De 14 de novembro (abertura às 17h) a 20 de dezembro de 2017

Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h

Atividades permanentes:

Doação e recebimento de livros, CDs, Revistas do GAS – Grupo de Ação Social.

Programa “Transformando Sucata em Cidadania”. Projeto de educação ambiental, implantação da coleta seletiva com o movimento de catadores, ponto de entrega voluntária de óleo de cozinha usado (Lirium Reciclagem) e coleta de eletroeletrônicos (Coopermiti).

Debates

14 de novembro de 2017 – 3ª feira

17h00 – Abertura da Exposição Minhocão

17h30 – Apresentação Jazz São Paulo

18h30 – Mesa “Cidade e Minhocão” – com Marcio Kogan (fundador do StudioMK27), Guto Requena (fundador do Estudio Guto Requena), Renato Cymbalista (presidente do Instituto Pólis) e Fernando Serapião (crítico de arquitetura e editor da Revista Monolito). Mediação de Duda Alcântara (organizadora da Virada Política) e Felipe SS Rodrigues (arquiteto da Associação Parque Minhocão).

21h30 – Término

16 de novembro de 2017 – 5ª. Feira

17h30 – Mesa “Cidade e Teatro Oficina” – Zé Celso (dramaturgo e diretor do teatro Oficina), Abilio Guerra (historiador e arquiteto, editor do Portal Vitruvius e da Romano Guerra Editora), Andre Czitrom (idealizador do Projeto Bem Viver). Mediação de Annabela Andrade (defensora popular e ativista socioambiental da Comunidade Brasil e membro do Parque Minhocão).

18 de novembro de 2017 – sábado

16h – Mesa “Mobilidade Urbana e Ocupação dos Espaços Públicos” – com Ana Carolina Nunes (diretora da ONG Sampapé), Carolina Guido (fundadora da startup Urb-i), Clayton Brasil (idealizador do projeto Cia de Rodas para o Ar) e Raíssa Pinheiro (coreógrafa do Cia de rodas para o Ar). Mediação Ana Paula Camargo (psicóloga da Associação Parque Minhocão).

25 de novembro de 2017 – sábado

19h – Exibição de Documentário – Projeção do documentário feito por estudantes do Colégio São Domingos sobre o Minhocão.

02 de dezembro de 2017 – sábado

17h – Mesa “Bem-estar Harmônico Equilibrando o Nosso Centro” – com Monica Jurado (organizadora do Tambores Flow), Bruno Perel e Marina Prathes (Comunidade Dedo Verde e Ilumina Sampa), Estela Gomes (Danças Circulares nos Parques de São Paulo). Mediação de Bibi Cunha (geógrafa da Associação Parque Minhocão).

11 de dezembro de 2017 – terça-feira

16h – Mesa “Protagonismo Feminino” – Conversa com Janaina Rueda (fundadora do Bar da Dona Onça e A Casa do Porco) em roda de mulheres.