Assine nossa Newsletterfique por dentro de tudo o que rola no centro

A Vida no Centro

São Paulo do alto: conheça os mirantes do centro da cidade

Conheça a cidade de outro ângulo: os grafites nos prédios, as praças verdes que ainda resistem e horizonte, lá longe. Veja dicas e fotos

É uma delícia andar pelas ruas do centro – ok, é preciso desviar da sujeira e dos buracos das calçadas – mas tem muita coisa bonita pra ver: prédios históricos, cafezinhos legais, lojinhas com coisinhas diferentes e muito mais. Mas é ainda mais incrível inverter o ponto de vista e olhar a cidade lá de cima. Ver aquela imensidão de prédios, nem todos bonitos, mas muitos deles, e cada vez mais, com as laterais decoradas por grandes grafites, jardins verticais, os carros pequenininhos, e lá longe a Serra da Cantareira.

A vista a partir dos mirantes

Pois nós fizemos uma listinha dos vários mirantes no centro de São Paulo. São várias opções de endereços, alguns funcionando apenas em horários específicos, outros com horários estendidos, até à noite, tem os que são gratuitos e os pagos. São várias opções para escolher, em alturas e ruas diferentes, que resultam em vistas de pontos diferentes. Mas todos são impressionantes.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Você quis dizer: ?

Dois deles, o Altino Arantes e o Martinelli, estão fechados no momento mas devem reabrir no ano que vem. Quando abrirem, estaremos lá contando e mostrando pra você a vista.

Veja as opções e as fotos tiradas de cada um deles e se programe para fazer o passeio e tirar suas próprias fotos.

Terraço Itália

O mais famoso dos mirantes de São Paulo tem 160 metros e altura e 50 anos de tradição. O edifício também se destaca na paisagem quando visto do chão ou do alto de outros mirantes. O restaurante ainda é sinônimo de comemorações pela vista romântica que proporciona da cidade à noite. Mas o local também pode ser visitado durante o dia, ou mesmo no pôr do sol.

Quando: Todos os dias da semana, exceto feriados, das 15h às 19h. Fechado quando está chovendo.

Onde: Avenida Ipiranga, n°344 – 41° e 42º (metrô República)

Quanto custa: R$ 30,00 com direito a uma taça de Prosecco. Quem vai ao bar ou restaurante não paga para visitar o mirante

Copan

Bem no coração de São Paulo e ao lado do Edifício Itália, um prédio igualmente famoso. Muita gente tira foto daquele grande S desenhado por Niemeyer do chão, mas o que nem todo mundo sabe é que é possível subir no terraço e fotografar a região lá do alto. E o que é melhor, é gratuito. E ainda dá pra aproveitar os vários restaurantes e cafés do Copan na volta, seguindo as recomendações deste nosso post aqui: 7 atrações para conhecer no edifício-símbolo de São Paulo.

Quando: segunda a sexta, às 10h20 e 15h20. É só dar o nome na administração do condomínio, na sobreloja do Bloco F.

Onde: Avenida Ipiranga, 200 (metrô República)

Gratuito

Edifício Matarazzo

O prédio foi construído nos anos 1930 para ser a sede das Indústrias Reunidas Matarazzo, o maior conglomerado industrial brasileiro na época e símbolo do sucesso dos imigrantes italianos em São Paulo e é muito luxuoso, revestido em mármore travertino e com obras de arte no saguão principal. Desde 2004 é a sede da Prefeitura de São Paulo. A visita guiada mostra o saguão e leva ao 14º andar, que abriga um jardim com mais de 400 espécies e permite uma vista deslumbrante do Vale do Anhangabaú e do centro antigo.

Quando: de segunda a sábado, às 10h30, 14h30 e 16h30, desde que não esteja chovendo. É só chegar na recepção do prédio com um documento de identidade e deixar o nome na lista, que começa a ser montada uma hora antes da visita.

Onde: Viaduto do Chá, 15 (metrô Anhangabaú)

Gratuita, mas limitada a dez pessoas por horário.

Sesc 24 de Maio

O Sesc 24 de Maio é o caçula dos mirantes do centro. Inaugurado em agosto de 2017, tem no topo do prédio que foi da antiga Mesbla uma piscina que já virou cartão postal de São Paulo. A piscina só pode ser usada por associados do Sesc, mas os não associados podem visitar o local. E todos podem ficar no andar de baixo, onde fica a cafeteria e o espelho d´água, que imediatamente virou o local favorito das crianças. De lá, é possível admirar os prédios da região e notar que nem todos estão tão bem cuidados quanto mereciam. Veja aqui mais detalhes sobre o Sesc.

Quando: Terça a sábado, das 9h às 21h e domingos e feriados das 9h às 18h

Onde: Esquina das ruas 24 de Maio com Dom José de Barros

Gratuito

Gostou das sugestões? Quando você for conta pra gente suas impressões e manda suas fotos aí nos comentários.