A Vida no Centro

Copan
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Volta ao mundo em 20 bares e restaurantes perto do Copan

O Centro de São Paulo tem uma diversidade enorme. Conheça bares e restaurantes perto do Copan com comida de todas as partes do mundo

Um dos mais importantes e emblemáticos edifícios da cidade de São Paulo, o Copan completou 50 anos em 2016 e continua norteando o caminho de paulistanos e turistas no centro da capital.

Todos os dias se vê visitantes – ou mesmo paulistanos de outros bairros – admirados com a imponência do edifício projetado por Oscar Niemeyer antes que ele abandonasse a obra para se dedicar integralmente à construção de Brasília.

Já escrevemos sobre as atrações do gigante de concreto armado. E também sobre a vista que se tem da cidade lá de cima. Mas um passeio nas imediações do Copan também revela outras atrações: a grande variedade de bares e restaurantes, com comidas e drinques de vários países.

Bares e restaurantes perto do Copan

É possível dar a volta ao mundo, em termos culinários, em caminhadas de no máximo dez minutos de distância. Afinal, a diversidade cultural que tomou conta da cidade no século 20 só cresceu nos últimos anos, com a chegada de novos imigrantes de várias partes do mundo, o que enriqueceu ainda mais a nossa culinária. Quer ver? Fizemos aqui uma seleção dos lugares que demonstram essa riqueza cultural, só com lugares legais.

Árabe

Aqui são três opções, todas excelente, embora bem diferentes. Um bem tradicional e os outros mais recentes, da nova leva de imigrantes que vem enriquecendo a culinária árabe em São Paulo.

Almanara

A rede fundada por Zuhair Coury em 1950 para servir as especialidades da cozinha libanesa se espalhou pela capital e já tem 13 endereços, mas a unidade do Centro é a pioneira e atraindo não apenas a clientela que mora por ali – tem gente que vem de longe só para apreciar a decoração, que ainda se mantém original. Ali se serve a comida libanesa que ficou conhecida no Brasil: charutinho, abobrinha recheada e kafta, pastas como coalhada seca e homus, além dos populares quibes e esfihas. Além dos pratos a la carte, serve um rodízio com as especialidades árabes.

Endereço: Rua Basílio da Gama, 70

Telefone: (11) 3257 7580

Horário:

Segunda a sábado das 11h30 às 23h

Domingo das 11h30 às 22h

Shawarma do Vovô Ali

Shawarma do Vovô Ali

Vovô Ali

Depois de tocar um local durante dez anos na Avenida Rio Branco, desde junho de 2016 o restaurante da família Mehi está na esquina da Vieira de Carvalho com o Largo do Arouche, deliciando a farta clientela com suas especialidades libanesas. Mas não espere o cardápio tradicional dos libaneses que se estabeleceram no Brasil no século passado – a não ser as esfihas, excelentes, e os quibes e as pastas como homus e coalhada seca. O Vovô Ali é especializado em Shawarma, o tradicional sanduíche servido no pão árabe, com opções de carne, frango e o delicioso sugog, uma almôndega temperada e apimentada. Para os vegetarianos, a opção é o falafel, o bolinho de grão de bico.

Endereço: Av. Vieira de Carvalho, 203

Telefone: (11) 3331-0146

Horário:

Segunda a sábado, das 12h às 20h

Domingo, das 12h às 17h

BAB Bar

O antigo Bambolina, bar da Praça Roosevelt que é administrado pela Cia de Teatro Os Satyros agora está nas mãos do sírio Salim Mhanna. O cardápio do bar é enxuto, mas tem várias especialidades árabes, preparadas pelo próprio Salim: shawarmas (sanduíches no pão sírio), pastas de grão de bico, berinjela e coalhada seca, e os deliciosos falafel, os melhores da região.

Endereço: Praça Roosevelt, 124

Telefone: (11) 97952-0624

Horário: diariamente, das 10h à 1h

Africana

Comida africana no início da Barão de Limeira

Comida africana no início da Barão de Limeira

Biyou´z

A camaronesa Melanito Biyouha toca o restaurante africano, que se transformou num ponto de encontro de apreciadores da comida africana e de quem está em busca de novidades. Ela chegou ao Brasil em 2003, inicialmente para passar férias, mas acabou se apaixonando pelo país e decidiu ficar de vez. Depois de trabalhar algum tempo fazendo penteados em Brasília, a camaronesa desembarcou na região central de São Paulo. Melanito percebeu que a diversidade culinária era grande, mas não havia um restaurante tipicamente africano na região. Em 2008 ela fechou esta lacuna com a abertura do Biyou’Z. O prato mais procurado é o fumbuá, uma receita à base de folhas ricas em vitaminas tradicionais da Angola.

Endereço: Alameda Barão de Limeira, 19

Telefone:  (11) 3221-6806

Horário: diariamente, das 12h às 22h

Le Petit Village

A maior parte do público do bar e restaurante Le Petit Village, na Vieira de Carvalho desde 2016, é africano, mas o restaurante também recebe brasileiros interessados em conhecer a culinária e a cultura do continente. Além da comida, outro atrativo é a trilha sonora africana e brasileira.

Endereço: Av. Vieira de Carvalho, 184

Telefone: (11) 3225-0234

Horário: diariamente, das 11h às 2h

Argentina

Muy Rica Empanadas

Com as receitas aprendidas com a sogra, argentina de Mar Del Plata, a brasileira Elinée Hisgail abriu, com o marido, Hector D’Aquino, uma produção de empanadas. Por enquanto, elas são entregues a domicílio, em pedidos de no mínimo 12 unidades. Em breve será aberta uma loja perto do Largo do Arouche, com mesinhas para degustação no local.

São 12 sabores, com massas bem finas e crocantes e recheios muito bem temperados, juntando a tradição argentina com a criatividade brasileira. Entre os sabores salgados estão carne suave e carne picante, escarola, cebola e queijo. As opções doces são banana e goiabada com queijo.

Muy Rica Empanadas Foto: David Beniluz

Muy Rica Empanadas Foto: David Beniluz

Pedidos e encomendas: por celular ou WhatsApp: (11) 99250-3423 ou e-mail: pedidos@muyricasempanadas.com.br

Horário:

De terça a domingo, das 11h às 18h

Colombiana

Los Rolos

Aberto somente para almoço – à noite o local se transforma no bar La Barca – é um verdadeiro reduto da culinária colombiana. Os fundadores – o colombiano Juan Carlos e a brasileira Vera Barbosa – atendem à clientela pessoalmente e são muito simpáticos e atenciosos. Com pratos de todas as partes da Colômbia, o restaurante ficou durante cinco anos na Rua Aurora e se mudou para a Praça Roosevelt em fevereiro de 2018. Os destaques do cardápio são a Bandeja Paisa (um prato que traz linguiça, carne, arroz, feijão, banana e abacate), arroz com frango, Sancocho de Costilla ou de Gallina, além de empanadas (diferentes das argentinas e chilenas, são fritas), arepas e guacamole.

Prato típico colombiano no restaurante Los Rolos

Prato típico colombiano no restaurante Los Rolos

Endereço: Praça Roosevelt, 226

Horário:

Quarta a domingo, das 9h às 17h

Francesa

Esther Rooftop

O Restaurante inaugurado em 2016 fica na cobertura do Edifício Esther, o primeiro prédio modernista de São Paulo, construído anos 1930. É o local onde um dos sócios, o francês Olivier Anquier morou por três anos. Com a chegada ao Brasil do irmão, Pierre, decidiram abrir um restaurante com cardápio francês no local. Desde então, o restaurante vem atraindo moradores de outros bairros e ajudando os paulistanos a (re) descobrir o Centro. A qualidade da comida rivaliza com a vista, de frente para a Praça da República. Entre as especialidades do local, ceviche, tutano assado com crosta de cogumelos e sardinhas assadas.

Endereço: Rua Basílio da Gama, 29

Telefone: (11) 3256-1009

Horário:

De segunda a quinta, das 12h às 15h e das 18h às 23h

Sexta das 12h às 15h e das 18h à meia-noite

Sábados das 12h à 1h e domingos 12h às 17h

La Casserole

Desde 1954, quando foi aberto no Largo do Arouche, em frente ao Mercado das Flores, o La Casserole se tornou um dos clássicos tradicionais franceses, resistindo ao tempo e às mudanças no perfil da região. O restaurante foi aberto pelos pais da atual proprietária, Marie Henri, que hoje toca o local junto com o filho, Leo. Com uma clientela cativa, que frequenta o local há anos, busca manter um cardápio com os clássicos franceses, como terrine de foie gras, truta e pato ao molho de laranja. A renovação está no menu executivo servido durante a semana, com entrada, prato principal e sobremesa, com opções que mudam toda semana.

Endereço: Largo Do Arouche 346

Telefone: (11) 3331-6283

Horário:

De terça a sexta 12h às 15h e das 19h à meia-noite

Sábados 12h30 às 16h e das 19h à 00h30

Domingos das 12h30 às 16h30

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Grega

Churrasco grego em nova roupagem

Churrasco grego em nova roupagem

Churrasco Grego (Tô falando grego?)

Conhecido por ser vendido em pequenas portinhas e em locais de critérios duvidosos quanto à higiene, os adeptos do churrasco grego agora têm um local mais ao estilo praça de alimentação de shopping center. A esquina da Rua Barão de Itapetininga e a Dom José de Barros, bem no meio do calçadão, ganhou o Churrasco Grego, a segunda unidade de uma rede que começou em Taboão da Serra, em 2016.  Apesar do visual mais gourmet, a simplicidade na origem se manteve no preço: 5,90. O lanche é feito com pão francês, carne de churrasco, no espeto giratório, vinagrete, maionese e ketchup.

Endereço: Rua Dom José de Barros, 152

Telefone: (11) 93800-2781

Horário:

Segunda, das 10h às 22h30

Terça a sábado, das 9h às 22h30

Italiana

Carlino

O Carlino é o restaurante mais antigo de São Paulo, fundado em 1881 no Largo do Paissandu pelo toscano Carlo Cecchini, que ficou no comando da casa até 1949. Desde então o Carlino mudou de proprietário e de endereço, sempre nas imediações do Copan. Hoje é administrado por Antonio Carlos Marino, filho de italiano e amante da cozinha mediterrânea, e seus filhos, chefes de cozinha e apaixonados pelo restaurante. Durante a semana é frequentado por executivos que trabalham no Centro, e nos finais de semana por famílias em busca das receitas toscanas. Entre as especialidades, papardele com coelho, ossobuco com risoto e polpetone com nhoque.

Endereço: Rua Epitácio Pessoa, 85

Telefone: (11) 3258-5055

Horário:

Segunda e sábado, das 12h às 16h

Terça a sexta, das 12h às 16h e das 19h às 22h

Domingo, das 12h às 17h

Famiglia Mancini

Cantina italiana tradicional, com mesa de antepastos e amplo cardápio de massas e molhos, em pratos bem servidos, para serem compartilhados. Bom para grupos e para levar turistas em passagem pela cidade, já que o o local é bem conhecido. O empresário Valter Mancini tem outras quatro casas na Rua Avanhandava, que foi reformada por ele, com o enterramento dos fios e novo calçamento, e por si já vale um passeio.

Endereço: Rua Avanhandava, 81

Horário:

Segunda a quarta, das 11h30 à 1h

Quinta das 11h30 à 1h30

Sexta e sábado das 11h30 às 2h30

O Gato Que Ri

 Criado em 1951 pela italiana dona Amélia, tem uma clientela fiel ao lugar e ao seu cardápio italiano tradicional, com massas preparadas no próprio local. O carro-chefe do cardápio é o Capelete à Romanesca, mas o cardápio tem outros clássicos, como o paillard de filé mignon e filé à cubana.

Endereço: Largo do Arouche, 37

Telefone: (11) 3331-0089

Horário:

Segunda a quinta das 11h às 23h45h

Sexta e sábado das 11h à 1h

Domingo, das 9h às 23h45 

Pizza Love

Descendente de italianos, Bernardo Dias Secretin abriu em novembro de 2016 uma pizzaria diferente. Primeiro pelo formato, quadrado. Além disso, a massa, de fermentação lenta, é um pouco mais grossa do que as tradicionais. A pizza fica pronta e é vendida em pedaços – como se vê em pizzarias “al taglio” na Itália. Os sabores que fazem mais sucesso são marguerita, portuguesa, calabresa e frango com Catupiry. Tem também sabores especiais do dia e pizza doce com cobertura de brigadeiro.

Endereço: Rua Aurora, 850

Telefone: (11) 3221-6017

Horário:

Segunda a quinta das 11h30 às 20h

Sexta e sábado das 11h30 às 23h

Japonês

Eat Sushi

Restaurante japonês não pode faltar em São Paulo. E o Centro não é exceção. Inaugurado em julho de 2016 na Praça Dom José Gaspar, busca se integrar à cena gastronômica, musical e de renovação do Centro da cidade. Tem um cardápio com os clássicos da comida japonesa com uma pegada autoral.

Endereço: Praça dom José Gaspar, 22

Telefone: (11) 3129 7440

Horário:

Segunda a quarta, da 12h às 21h

Quinta e sexta, das 12h às 22h

Sábado das 11h30 às 18h

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Peruana

Graças ao empresário Edgard Villar, que abriu na Rua Aurora a primeira unidade do Rinconcito Peruano, a região virou um reduto da comida andina que caiu no gosto do paulistano. Veja alguns:

Rinconcito Peruano

Quando Edgard Villar, o proprietário do Rinconcito Peruano, abriu o restaurante em 2002, a unidade da Rua Aurora era pequena e só recebia os conterrâneos do fundador e outros imigrantes latinos. Rapidamente a cozinha andina de raiz, com porções generosas e preços honestos conquistou os paulistanos, que passaram a atravessar a cidade para conhecer o local. A fama correu e hoje a casa recebe clientes de todo o país, em busca das delícias andinas. Pois o Rinconcito foi o responsável por popularizar em São Paulo o ceviche, que já havia conquistado o mundo, e oferece todos os clássicos peruanos, como arroz com marisco e lombo saltado, acompanhados do também clássico pisco sour, drinque feito com o destilado nacional, o pisco. O que era um reduto de latinos virou um sucesso com os brasileiros e uma rede com dez unidades, das quais quatro estão no Centro de São Paulo.

Endereço: Rua Aurora, 451

Telefone: (11) 3361-2400

Horário:

Segunda das 12h às 17h

Terça a sábado das 12h às 22h

Domingo, das 12h às 21h

Rio Mar Restaurante

O Rio Mar Restaurante seguiu a onda precursora do Rinconcito e se instalou na famosa esquina da Ipiranga com a São João, do lado oposto ao Bar Brahma. Fica no primeiro andar e oferece uma vista excelente da rua pelas janelas do salão com pé direito alto, ainda resquício dos tempos de glória da região. O cardápio traz todos os clássicos da comida peruana, como ceviche, arroz com marisco.

 Endereço: Avenida São João, 610

Telefone: (11) 3224 9985

Horário: diariamente, das 12 às 23h

Portuguesa

Bacalhau é o ingrediente principal na Tasca do Arouche

Bacalhau é o ingrediente principal na Tasca do Arouche

Tasca do Arouche

Com especialidades típicas da terrinha, o restaurante fica no térreo do Hotel San Michel, no local desde os anos 1940. O restaurante foi inaugurado há quatro anos, e tem opções para jantar mais tradicional, com as várias receitas de bacalhau e ocasionalmente shows de fado. Para o almoço, tem a opção do almoço executivo, com entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo.

Endereço: Largo do Arouche, 212

Horário:

Terça a sexta, das 12h às 15h e das 19h às 23h

Sábado, das 12h às 16h e das 19h às 23h

Domingo, das 12h às 17h

Vietnamita

Bia Hoi

Inspirado nos bares de rua de Hanói, o Bia Hoi caiu nas graças não apenas dos moradores do Centro: vem atraindo gente de longe para conhecer a comida do norte do Vietnã do locall. São poucas mesas, mas nos dias mais movimentados os clientes ocupam o balcão e a mesa alta, coletiva, logo na entrada. O nome do estabelecimento dá o tom: na língua vietnamita Bia significa cerveja e Hoi gás, ou cerveja fresca. Em português, o nosso chope.

Arroz frito com siri, camarões, mexilhões, legumes e ervas

Arroz frito com siri, camarões, mexilhões, legumes e ervas, servido às sextas

A chef Dani Borges se encantou pelas receitas vietnamitas durante uma viagem de férias ao país. Na volta, começou a pesquisar a culinária do país asiático e começou a testar as receitas em jantares que fazia para grupos fechados em seu próprio apartamento, na Avenida São Luís. Clientela formada, resolveu abrir o bar numa rua que à noite só tinha o Matilha Cultural e agora tem a companhia da Casa do Baixo Augusta, na esquina, numa região que vem se transformando num point de restaurantes descolados. Do cardápio, destaca-se como entrada o rolinho goi cuon, com papel de arroz envolvendo alface, cenoura, nabo, pepino, hortelã, coentro, manjericão, salsinha e macarrão de arroz. O prato mais pedido é o Thit kho to, uma carne de porco caramelizada banhada por um molho de leite de coco queimado e servida com arroz. Além do cardápio completo à noite e aos sábados, oferece um menu executivo com entrada, prato principal e sobremesa durante de segunda a sexta, com pratos diferentes a cada dia da semana.

Endereço: Rua Rego Freitas, 516

Telefone: (11) 3151 2508

Horário:

Terça a Sexta – 12h às 14h30 e 19h às 23h30

Sábado – 12h às 23h30

Domingo – 12h às 17h

Leia também: COPAN: 10 ATRAÇÕES NO EDIFÍCIO-SÍMBOLO DE SÃO PAULO

DO ALTO DO COPAN: CONFIRA IMAGENS INCRÍVEIS DE SÃO PAULO

COWORKINGS NO CENTRO DE SÃO PAULO: CONHEÇA OPÇÕES, PLANOS E SERVIÇOS