A Vida no Centro

Mercado Mundo Criativo
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

A Vida no Centro faz parceria com Mundo Mix para lançar Mundo Criativo na Bela Vista

Mercado Mundo Criativo será lançado em evento no dia 9 de fevereiro no Complexo #9, novo espaço cultural criado para recuperar a parte debaixo do viaduto Júlio de Mesquita Filho

Lembra do Mercado Mundo Mix, que surgiu nos anos 1990, praticamente lançando uma tendência de feiras de moda, estilo e design? Hoje este mercado já está consolidado, com dezenas de feiras de arte e design acontecendo todos os meses em São Paulo e em outras cidades do país. O criador do Mundo Mix, Beto Lago, chega agora com um novo conceito, o Mercado Mundo Criativo, em parceria com o A Vida no Centro para um evento que, além de compras, terá ainda um festival de rock.

O evento de lançamento será no dia 9 de fevereiro, das 11h às 20h, na Rua Santo Antônio, 800, no Complexo #9, novo espaço que fica embaixo do viaduto Júlio de Mesquita Filho, na Bela Vista (veja a programação completa no final deste post), e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo.

E se você é expositor de alguma área da economia criativa (moda, gastronomia, design, artesanato, artes plásticas etc) e quer participar do evento do dia 9 de fevereiro, preencha esse formulário. Os expositores do Centro de São Paulo contam com condições especiais .

O Mundo Criativo nasce com um conceito que evolui do Mercado Mundo Mix e propósitos que atendem às exigências do novo consumidor do século 21, que busca transparência, curadoria, propósito e legitimidade em suas relações de consumo, comprando diretamente de quem faz. E tudo isso numa experiência de urbanidade, que permita fazer compras, ouvir música, beber e comer e encontrar os amigos num espaço próximo da vizinhança.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Mercado Mundo Criativo na Bela Vista

O evento no dia 9 também marca a inauguração oficial do Complexo #9, novo espaço da Bela Vista que atuará como um polo de empreendedorismo criativo e cultural, com diversidade e inclusão – o espaço é a base do Mercado Mundo Criativo. Instalado embaixo do Viaduto Júlio de Mesquita Filho, entre a Rua Santo Antônio e a Avenida 9 de Julho, o Complexo #9 foi reformado por iniciativa dos empresários Moisés Batista de Souza, conhecido como Gibi, campeão mundial de Muay Thai e dono de uma academia na vizinhança, e do empresário do setor de entretenimento Klaus Pian. O local já sedia hoje uma academia com aulas de luta e outras modalidades com gratuidade para quem não pode pagar. Um dos principais objetivos do Complexto #9 é a educação por meio do esporte, contribuindo assim para auxiliar pessoas em situação de vulnerabilidade social.

LEIA TAMBÉM
Mundo Criativo e A Vida no Centro fazem chamada para expositores. Veja como participar

Para Beto Lago, um local fixo é uma necessidade tanto dos empreendedores quanto do público, para que este já saiba onde ir sem a necessidade de pesquisar novos locais a cada semana. “Depois de anos fazendo eventos, a economia criativa cresceu tanto que faltam lugares fixos na cidade para dar continuidade aos projetos. Algo que o expositor não fique amarrado na mão de organizadores de eventos, que em geral cobram muito caro pelas participações”, afirma.

A ideia, diz Beto Lago, é que as edições do Mundo Criativo sejam mensais e depois possivelmente evoluam para semanais. “Queremos criar algo como Camden Town, de Londres, ou uma nova Benedito Calixto, mas voltada a empreendedores da economia criativa e criadores. A cidade precisa desses hubs fixos”, afirma o criador do Mundo Criativo, que também tem a fotógrafa Mônica Maia como curadora cultural e Ivana Debértolis como curadora da feira de economia criativa.

Para o A Vida no Centro, o local pode se transformar num importante ponto de encontro para moradores e visitantes, e um exemplo de como pessoas e empresas podem colaborar para modificar espaços fisicamente degradados, que adquirem um uso social e ajudam a transformar o entorno, tornando a cidade mais movimentada e segura.

“A economia criativa tem um potencial enorme de transformar a cidade e a relação das pessoas com o ambiente em que vivem, diz Denize Bacoccina, cofundadora do A Vida no Centro.

“Com a parceria com o Mundo Criativo, queremos expandir nossa presença no mundo físico, com a criação de um espaço fixo para encontrar e trocar experiências com o público que nos acompanha online, muitos dos quais são empreendedores da economia criativa, diz Clayton Melo, cofundador do A Vida no Centro.

Pela parceria, o A Vida no Centro terá um lounge no Mercado Mundo Criativo, uma área que abrigará os empreendedores criativos do Centro participantes da feira, além de ser um ambiente para receber com parceiros e promover boas conversas parcerias.

Lançamento dia 9 de fevereiro: festival de rock, gastronomia e feira

Nesta primeira edição, no dia 9 de fevereiro, haverá ainda outras atividades. Uma deles é a Feirinha do Museu, projeto do Museu da Diversidade de São Paulo para um grupo de 10 a 15 novos artistas, incluindo LGBT’s, negros e transgêneros gerando visibilidade e renda por meio de suas criações, fomentando a produção de novos olhares, estéticas e consumo consciente.

Outra é Festival Lab Rock, um laboratório de música com estilos variados dentro do gênero rock, com o propósito de unir artistas consagrados com projetos novos, bandas independentes e o mainstream. O Lab Rock vai proporcionar uma troca de experiência, ideias e uma união entre artistas que se encontram em diferentes momentos profissionais.

O festival foi idealizado por Madame Mim, ex-VJ da MTV, cantora e compositora com quatro discos lançados. Ela produziu e dirigiu todas as edições dos Festivais Humaitá Pra Peixe no Rio de Janeiro, o Claro que é Rock com Frejat no Multishow, o Festival no Palco Beco dentro do Dia de Los Muertos SP, entre outros.

Mercado Mundo Criativo na Bela Vista

Assim como já foi nos anos 1980, a Bela Vista volta a ganhar destaque na cena de entretenimento e vida noturna de São Paulo. Além de vários bares e restaurantes, a região tem diversos espaços culturais, como a Praça Dom Orione e a Escadaria do Bixiga, com seus shows de música, resgatando a aura de modernidade perdida nas últimas décadas.

O bairro transita entre o tradicional e moderno como nenhum outro, agregando novos criadores de economia criativa e empreendedores diversos que podem aproveitar a história e a preservação arquitetônica do bairro, que tem quase 60% de todos os imóveis tombados da cidade.

O Mercado Mundo Criativo no Complexo #9 surge neste contexto, como um misto entre o público e privado (o Complexo #9 é uma área pública concedida ao setor privado), perto de atrações já consolidadas, como a Rua Avanhandava e seus tradicionais restaurantes italianos, a Praça Roosevelt com o seu movimento teatral, bares e restaurantes, a Rua Augusta, o novo Museu Judaico. A região também recebe novos moradores, jovens, antenados com esses novos comportamentos de consumo sem perder a identidade tradicional do bairro.

Como surgiu o Complexo #9

Tetracampeão mundial de Muay Thai, Gibi, que mantém na região sua academia há 20 anos, conta que a idéia de criar um projeto cultural e social debaixo do Viaduto Júlio de Mesquita Neto nasceu do desejo de reciclar o espaço urbano dando a um lugar abandonado pelo poder público um novo uso, com atividades que podem proporcionar maior qualidade de vida a moradores e frequentadores da região. “Cheguei aqui em 2004, com a academia, e o entorno aqui já era muito abandonado. Assalto, tráfico, drogas… Então pensei em fazer um complexo esportivo”, diz Gibi. “Há dois anos, o espaço estava vazio e falei com o Klaus para retomarmos essa idéia e levar o projeto adiante. Assim nasceu o Complexo 9”, diz.

Veja fotos do Complexo #9: 

“O viaduto em São Paulo sempre foi considerado o último degrau da decadência humana, aquela história de morar debaixo do viaduto. E a gente sempre questionou isso, porque não é verdade. A arquitetura debaixo dos viadutos é incrível, e no exterior esses locais costumam ser muito bem utilizados com paisagismo e reservatórios de água, para aproveitar água da chuva”, afirma Klaus Pian. “Nós já tínhamos visto isso em Tóquio, que foi pioneiro em projetos assim. Lá têm coworkings incríveis, coisas deslumbrantes debaixo dos viadutos. Vendo tudo isso, pensamos: ‘por que não sermos pioneiros aqui transformando um viaduto numa coisa diferente do que é hoje?’”, afirma Klaus Pian, parceiro de Gibi no projeto.

Serviço:

Lançamento do Mercado Mundo Criativo, com Festival Lab Rock

Data: 9 de Fevereiro de 2020
Horários:
Mercado Mundo Criativo: Das 11h às 20h
Show da banda Os Esporádicos, com hits do rock nacional: 12h30 às 13h30
Lab Rock: Das 14h às 18h30 (veja programação musical abaixo)
Local: Complexo #9
Endereço: Rua Santo Antônio, 800, Bela Vista
Entrada Gratuita
Censura Livre

Programação do Festival Lab Rock  

Confira os horários dos shows:

14h/14h30 – Daniel Peixoto

15h/15h30 – Leela

16h/16h30 – YMA

17h/17h30 – Vir GO

18h/18h30 – Lau e Eu

Leia também
Cecília Arbolave e João Varella, da Banca Tatuí e Lote 42: o casal que transformou uma rua da Santa Cecília