Assine nossa Newsletterfique por dentro de tudo o que rola no centro

A Vida no Centro

Aplicativo da Associação Campos Elíseos + gentil: uma boa ideia de tecnologia social que pode servir de inspiração

Disponível para web e smartphones iOs e Android, o app foi criado para ser um canal para a população avisar sobre problemas no bairro. Entenda como funciona

Um dos efeitos diretos da democratização da tecnologia é a possibilidade de utilizá-la para mobilizar as pessoas e, assim, tentar resolver problemas de uma determinada região. Um desses exemplos – e que pode servir de inspiração para outras iniciativas – é o aplicativo da Associação Campos Elíseos + gentil, entidade que atua no Campos Elíseos, um dos bairros do centro de São Paulo.

Disponível para web e smartphones iOs e Android , o app foi criado para ser um canal para a população informar e cobrar sobre situações que necessitam de manutenção, como calçadas, iluminação e semáforos danificados, ou locais onde há lixo, por exemplo.

LEIA TAMBÉM 
MEDO DE ANDAR DE ÔNIBUS? CHAMA O BUS ANJO, O PROGRAMA QUE ESTIMULA O USO DO TRANSPORTE PÚBLICO EM SÃO PAULO
GRUPO OFERECE SESSÕES GRATUITAS DE PSICANÁLISE NA PRAÇA ROOSEVELT

Depois de a pessoa fazer o registro, uma equipe de voluntários da Associação aciona os órgãos públicos competentes, como a Prefeitura Regional da Sé, para que o problema seja resolvido. O usuário pode acompanhar o andamento dos trabalhos por meio de alertas recebidos via aplicativo ou email. É possível seguir os casos informados pela própria pessoa ou por terceiros.

Associação Campos Elíseos + gentil 

A Associação Campos Elíseos + gentil e o aplicativo são iniciativas apoiadas pela Porto Seguro, que há mais de 40 anos mantém a sede no bairro. A intenção desses projetos é estimular a participação de moradores, comerciantes e pessoas que trabalham na região em ações de melhoria do bairro.

Um exemplo de melhoria realizada a partir de atuação da entidade foi a instalação de rampas nas calçadas que facilitam o acesso a pessoas com necessidades especiais, como pessoas com carrinhos de bebê, cadeirantes e idosos. Outro caso diz respeito a buracos nas ruas. Em 2016, a Associação, por meio da atuação da Prefeitura Regional da Sé, ajudou a atender 886 ocorrências enviadas por pessoas que circulam no bairro e identificaram a necessidade de reparos.

Para baixar ou saber mais sobre o aplicativo, clique aqui (iOs) ou aqui (Android).