A Vida no Centro

Música ao vivo - Cine Joia
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Onde curtir música ao vivo no Centro de São Paulo

De bares a casas e espaços culturais, nossa lista de lugares com música ao vivo no Centro de São Paulo traz opções para diferentes gostos e situações

Francine Costanti

Que tal chamar os amigos para ouvir música ao vivo no Centro de São Paulo? A região tem bares tradicionais, casas de música independente e também shows com nomes consagrados. Além de ser um programa divertido, é uma alternativa para sair da rotina, conhecer artistas e ampliar o repertório musical – e você ainda pode descobrir lugares incríveis.

Veja a lista que preparamos pra você, escolha seu ritmo preferido e chega mais!

Música ao vivo no Centro de São Paulo

Bar Brahma  

Desde 1948 o Bar Brahma cultiva o estilo boêmio servindo petiscos típicos, diferentes opções de bebidas e shows de música popular, como os do grupo Demônios da Garoa. As apresentações musicais acontecem em três ambientes: no salão principal, na varanda e na esquina. Mas fique ligado: na sexta à noite é quase impossível conseguir uma mesa de última hora. Portanto, tente chegar cedo. Um dos bares mais tradicionais do Centro, é conhecido pela boa música ao vivo e pelo chope gelado.

Avenida São João, 677
Segunda a sexta das 11h30 à 1h
Sábado das 11h30 às 2h
Domingo das 11h30 à meia-noite
Telefone (11) 2039-1250
Como chegar: Na estação República, desembarque pela saída “Avenida Ipiranga”. Passe a catraca, pegue à esquerda e continue na Avenida Ipiranga. O bar está à esquerda.

Música ao vivo - Casa da Luz

Casa da Luz

Lugar descolado bem no coração da Luz, o casarão amarelo do século 18 tem vários ambientes para circular e aproveitar boa música ao vivo. São dois andares com palco para apresentações, duas pistas de dança e um quintal simpático nos fundos. No piso superior há uma sala para exposições, outra com uma tela de cinema e bar. Uma das festas mais animadas é o Samba da Luz, com roda de samba e um repertório cheio de clássicos do gênero.

Rua Mauá, 512 – Luz
Terça a quinta das 14h às 22h
Sexta e sábado das 23h às 5h
Segunda e domingo é fechado
Telefone: (11) 3326-7274
Como chegar: Desembarque na estação Luz (saída pela linha azul ou amarela) e vá em direção à Rua Mauá. A casa fica de frente para a Estação Luz.

Música ao vivo - Casa de Francisca

Casa de Francisca

O Palacete Tereza Toledo de Lara abriga desde 2017 a Casa de Francisca, um espaço dedicado à música independente e também de artistas renomados. Nomes como Monica Salmaso, Ná Ozetti, Metá Metá e Arrigo Barnabé já passaram por lá. A decoração da casa é uma atração à parte, com paredes em um tom de verde vivo, janelas grandes e móveis de madeira, detalhes que lembram a casa dos nossos avós. O público pode assistir aos shows sentado ou em pé. Enquanto escuta uma boa música, peça uma taça de vinho.

Quintino Bocaiúva, 22 – Sé
Terça das 11h30 às 15h
Quarta a sexta das 11h30 às 15h e das 19h30 à 1h
Sábado das 12h30 às 15h30 e das 19h30 à 1h
Segunda e domingo é fechado
Telefone: (11) 3052-0547
Como chegar: Desça na estação Sé, vá em direção à Rua Direita e vire à esquerda na Quintino Bocaiúva. A casa fica na esquina, à esquerda.

Música ao vivo - Matilha Cultural

Matilha Cultural

É uma das casas que mais apoiam trabalhos de artistas independentes. Fundada em 2009 e sem fins lucrativos, a Matilha conta com a ajuda de profissionais de diversas áreas e com a contribuição dos visitantes para manter os projetos culturais. O prédio de três andares abriga um espaço para exposições temporárias, uma sala para uso livre, um café e sala de cinema. É o tipo de lugar que todos os dias traz uma atração diferente, como aulas de dança, shows de música instrumental, world music e hip hop. E o melhor: a entrada é sempre gratuita. Você só colabora se quiser, e o valor doado fica a seu critério.

Rego Freitas, 542 – Vila Buarque
Terça das 12h às 22h
Quarta e quinta das 12h às 20h
Sexta e sábado das 12h às 22h
Segunda e domingo é fechado
Telefone: (11) 3256-2636
Como chegar: Desça na estação República e pegue a saída saída Rua 7 de Abril. Depois caminhe pela avenida Ipiranga e vire à direita na Rego Freitas. A casa fica à esquerda.

Música ao vivo - Casa do Baixo Augusta

Casa do Baixo Augusta

Idealizada por Alexandre Yussef, a casa, que fica entre as ruas Consolação e Rego Freitas, surgiu com o intuito de reunir os participantes do bloco Acadêmicos do Baixo Augusta e também para promover debates. Com o tempo, a programação fio ampliada e passou a incluir shows de bandas independentes de todos os ritmos, de forró a samba. Quem passa na calçada pode acompanhar as apresentações pelo grande vidro que dá para o fundo do palco, exatamente onde ficam os artistas.  No primeiro andar estão as salas para cursos, palestras e oficinas.

Rua Rego Freitas, 553
Segunda a sexta das 10h às 18h e das 19h à meia-noite
Sábado e domingo é fechado
Telefone: (11) 3129-7449
Como chegar:
Desça na estação República e pegue a saída em da Rua 7 de Abril. Depois caminhe pela avenida Ipiranga é vire à direita Rego Freitas. A casa fica na esquina, à direita.

Galeria Olido 

O Centro Cultural Olido funciona desde 2014 e tem sala de cinema (Cine Olido), dois ambientes para dança, espaço para apresentações musicais, exposições, leitura e, na sobreloja, tem o Centro de Memória do Circo, dedicado à história dos artistas circenses. Leila Pinheiro, Jane Duboc, Walter Franco e Tássia Reis são alguns dos nomes que se apresentaram por lá. Fique de olho na programação porque o lugar vale a pena. Os shows são sempre gratuitos. É só retirar os ingressos no local com 1 hora de antecedência.

Av. São João – Centro
Terça a sexta das 10h às 21h
Sábado e domingo das 13h às 21h
Segunda é fechado
Telefone: (11) 2899-7370
Como chegar: Desembarque na estação República pela saída  da Rua Sete de Abril e caminhe cerca de 300 metros até a Avenida São João. A Galeria Olido fica à direita, em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

Música ao vivo - Cine Joia

Cine Joia

Ente 1952 a 1980, o local funcionou como um cinema da vanguarda japonês. Depois disso, abrigou uma igreja pentecostal até que, em 2011, os sócios André Juliani, Facundo Guerra e Lúcio Ribeiro decidiram transformá-lo em espaço para apresentações de música indie, punk e alternativa. Grandes artistas nacionais e internacionais, como Mark Lanegan, Mayer Hawthorne e Cat Power já passaram pela casa. Durante os shows, há projeções incríveis nas paredes e no teto que impressionam o público. Além de música ao vivo, hoje o espaço faz festas temáticas de música brasileira e pop.

Praça Carlos Gomes, 82 – Liberdade
A casa abre apenas para shows. Consulte a programação no site
Telefone: (11) 3101-1305
Como chegar: Desembarque na Estação Liberdade e vire à direita na Rua Dr Rodrigo Silva. Depois vire à direita na Praça Carlos Gomes. A casa está à esquerda.

Música ao vivo - A Gruta

A Gruta Bar

No meio de tantos botecos do Centro está a Gruta Bar, que se esconde dentro de uma fachada discreta na Rua Major Quedinho, do lado direito do Bar Estadão. Descendo para o subsolo você vai encontrar um bar com muitos rótulos de cervejas, drinks clássicos, puffs, mesas de bilhar, poker e jogos de tabuleiro. Ainda há um espaço para apresentações de bandas de todos os estilos, danças, discotecagem e até teatro.

Rua Major Quedinho, 112-A
Segunda das 18h às 2h
Terças e quartas das 18h às 4h
Quinta e sexta das 18h às 5h
Sábado das 22h às 5h
Domingo é fechado
Telefone: (11) 3231-0185
Como chegar: Desça na estação Anhangabaú pela saída “Xavier de Toledo”. Caminhe em direção à Rua 7 De Abril e continue pela Avenida Consolação. Vire à esquerda no Viaduto Nove de Julho e à direita na R. Major Quedinho.

Música ao vivo - Cachaçaria do Rancho

Cachaçaria do Rancho

É uma boa opção para começar o fim de semana com animação. Na sexta à noite, o local é tomado por mesas lotadas ao ar livre e samba da melhor qualidade. O bar faz muito sucesso com os apreciadores de cachaça, já que traz um cardápio com diferentes tipos da bebida. Outra pedida interessante são as porções típicas de boteco e, claro, a cerveja bem gelada. O samba continua no almoço de sábado com a combinação clássica: feijoada e caipirinha. Portanto, se você procura um lugar para happy hour que seja a cara do Centro, vá à Cachaçaria do Rancho.

Praça Dom José Gaspar, 86
Segunda a sábado das 12h à meia-noite
Domingo é fechado
Telefone (11) 3259-7959
Como chegar: Desça na estação Anhangabaú pela saída “Xavier de Toledo”. Na saída do metrô, atravesse a rua e vá em direção à Praça Dom José Gaspar. O bar está à direita.

Francine Costanti

Francine Costanti

Francine Costanti é jornalista, e seus textos - na maioria sobre cultura e entretenimento - já passearam por algumas redações de portais e agências. Como inspiração pessoal, a ideia aqui é explorar a cena de música e literatura do Centro de São Paulo, desde os contos literários de Mário de Andrade até as letras de Emicida. Esse espaço é feito para e por todos. Por isso fique à vontade para deixar sugestões.