A Vida no Centro

Izakayada - bares e botecos japoneses
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Bares e botecos japoneses: veja as dicas para o happy hour na Liberdade

Embarque nesta jornada saindo da Praça da Liberdade, percorra as ruas do tradicional bairro oriental de São Paulo e aproveite os bares e botecos japoneses, os izakayas

Por Ariane Cordeiro

Já faz algum tempo que a comida japonesa caiu no gosto dos paulistanos. E, cada vez mais, os bares japoneses vêm conquistando seu espaço. E, ainda melhor, se o cenário for o bairro da Liberdade, região que se modernizou e ganhou uma posição de destaque na gastronomia paulistana nos últimos anos. Fizemos aqui uma listinha de bons bares e botecos japoneses – ou não – para o seu happy hour.

Embarque nesta jornada saindo da Praça da Liberdade e percorra as ruas do tradicional bairro oriental. A distância total é de, no máximo, três quarteirões da estação Liberdade do metrô. Por isso, deixe o carro em casa e aproveite a tarde e a noite em São Paulo para uma viagem multicultural, cheia de aventuras entre as histórias de cada estabelecimento, conhecendo novas culturas enquanto come petiscos de diversos países do mundo entre um gole e outro daquela boa cerveja gelada.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Bares e botecos japoneses da Liberdade

Da Ásia ao Brasil, cada estabelecimento com suas particularidades. São izakayas (botecos típicos japoneses) e bares para todos os gostos e bolsos ($).

Confira a lista, que também inclui alguns não orientais, e já vai se programando.

Izakayada - bares e botecos japoneses

Izakayada

Longe do Japão e de sua casa, na Zona Sul de São Paulo, o nissei Renato Yada acompanhou toda a movimentação na Liberdade nas últimas quatro décadas. E foi no bairro que ele decidiu, há quatro anos, abrir o seu negócio: um izakaya (boteco japonês). Um espaço para receber amigos, familiares, conhecidos e desconhecidos que procuram uma boa comida a baixo custo, um drinque ou uma cerveja gelada e ainda ouvir um bom e velho rock and roll.

Dessa maneira surgiu o Izakayada, um dos bares mais autênticos do Centro de São Paulo. Todo o ambiente leva a personalidade do dono: é uma soma das histórias de vida e experiências. São quadros, bonecos de resina de super-heróis, quadrinhos, pôsteres de filmes, mulheres, bandas e músicos, caveiras mexicanas, calendários japoneses e um russo (com fotos irreverentes do primeiro ministro Vladimir Putin), aparelhos portáteis e diversas outras peças retiradas da casa de Renato.

O cardápio não podia ser diferente: é 100% autoral, pensado e preparado pelo dono e sua ajudante, e traz delícias orientais e brasileiras com toques do México e dos Estados Unidos. No balcão, você encontra porções individuais de berinjela com missô, broto de bambu, acelga apimentada, nabo e o broto de feijão.

Todos recebem temperos especiais. Cada porção custa R$ 15,00 e uma combinação com três sabores sai por R$ 20,00. Entre as opções quentes estão as costelinhas de porco, servidas com molho tare e a Wassabi Chilli&Chips, com chips feitas com massa de pastel. Aos domingos, a partir das 12h, é servida uma feijoada feita com arroz japonês, nirá refogada com pancetta, feijão preto cozido com carnes de porco selecionadas (paio, calabresa, bacon e carne seca) e uma farofa panko.

A porção custa R$ 28,00. Para beber, caipirinha de sakê de limão e cervejas Original e Prime Bier para todos os gostos (Larger, Kolsch, Weiss, Apa e Ipa). Além do balcão, o bar possui uma área mais reservada com duas mesas ao fundo do salão. Neste segundo ambiente, a decoração remete a tradicionais restaurantes japoneses. Além dos happy hours, o boteco é um ponto de “esquenta” para as noitadas da casa de show Cine Jóia, do outro lado da rua.

Praça Carlos Gomes – em frente ao Cine Jóia
Aberto de terça a sexta das 18h às 23h; sábados e domingos das 12h às 23h. Fecha às segundas-feiras.

Kintaro - bares e botecos japoneses

Kintaro

O mais antigo izakaya da região tem o nome em referência ao personagem do folclore japonês Kintarô. Na história, ele luta sumô com um urso. Assim como o personagem, Wagner Yosashiro, dono do bar, é um dos amantes do esporte, que pratica há 27 anos. Há 25 anos viu seu pai abrir o estabelecimento e desde então profissionais do sumô se encontram lá semanalmente para conversar.

O lugar virou reduto dos amantes do esporte. Hoje, junto a sua mãe, Wagner comanda o bar e participa de todas as etapas do processo: ajuda no preparo dos petiscos, limpa e serve a cada cliente como se fosse alguém da família ou um velho conhecido. O ambiente aconchegante começa pelo pequeno balcão, com cerca de 10 lugares. O lugar recebe uma clientela fiel composta por moradores, trabalhadores e frequentadores da Liberdade.

Na geladeira o dono anuncia: não vendemos fiado, não temos wi-fi e não fazemos sushi ou temaki. Entre os petiscos estão porções individuais de berinjela japonesa com missô (temperadas com cebola, gengibre e com a massa de soja – o missô), peixe marinado com vinagre de arroz (no estilo de ceviche japonês), além de brotos de bambu e feijão temperados.

O espaço também é considerado um reduto de admiradores do beisebol, esporte também popular no Japão. Importante: o balcão é disputado nos happy hours. Mas, se você chegar e não houver vaga, não desista. A rotatividade é grande e, com uma ou duas voltas pelas ruas da região, você consegue uma vaga. Dica: enquanto espera, conheça outro lugar de nossa lista ou vá a alguns dos mercadinhos da região.

Rua Thomaz Gonzaga, 57
Aberto de terça a sexta das 16h às 23h e aos sábados das 12h às 21h. Fecha aos domingos e às segundas-feiras.

TK Taverna e Kaffe - bares e botecos japoneses

TK Taverna e Kaffe

O lugar é um dos mais disputados para os happy hours, esquenta para a balada ou mesmo para apreciar uma bebida diferente na região. Dirigido pelo simpático dono, conhecido por Ted, e sua família – a esposa e o cão TK-, o bar tem mais de cem rótulos de cervejas (carro-chefe da casa), além de whisky, espumantes e vinhos.

Nas geladeiras do estabelecimento é possível encontrar cervejas de todos os continentes. Entre as mais inusitadas estão a Beck`s, uma larger com um toque cítrico lançada em apenas 30 bares em todo o estado de São Paulo; a Goose Island, uma americana produzida na cidade de Chicago que ganhou campeonatos como a melhor Ipa do mundo; a Wels Petroleum, com 12% de teor alcoólico e com gostinho de café; a Wells Sticky Toffee Pudding Ale, com sabor de pudim; e as cervejas “diferentonas” da marca Sericato encontradas nos sabores goiaba, caju, milk shake, avelã, acerola e pimentas (chilli e jalapeño).

Para comer, as porções de ervilha com wassabi, frango especial empanado com molho de alho e as batatas fritas com cheddar e bacon lideram a lista de preferência do público. Dica: venha com tempo para conhecer os rótulos das cervejas especiais. Depois é sentar, conversar e apreciar.

Rua Thomaz Gonzaga, 28
Aberto de segunda a sábado, das 13h às 22h; e aos domingos das 13h às 16h.

Bentô House - bares e botecos japoneses

Bentô House

É na Praça da Praça da Liberdade, em frente à estação Liberdade, que está localizado o Bentô House, que há mais de duas décadas anima as tardes e noites no Centro de São Paulo. No térreo há mesas no salão e um balcão ao fundo, fruto da recente reforma, onde o sushiman capricha no preparo de combinados de sushis, temakis, sashimis e de onde saem mini porções frias de salada de polvo e lula, pepino, nirá e kabô temperados e a famosa sardinha no escabeche.

Ganham destaque no happy hour pelo preço (de R$ 8 a 18 cada) e fazem sucesso entre uma cerveja e outra. As caipirinhas de saquê, vodca ou cachaça também são uma boa pedida. Entre os pratos quentes os destaques são os camarões fritos, frango a passarinho, teppan de salmão ou lula à dorê.

Durante o happy hour, as mesas ganham a calçada até por volta de meia-noite. Ainda há espaços internos no segundo e terceiro piso. Dica: se bater aquela fome, não hesite em apostar no yakissoba ou nos temakis. Em porções fartas, servem bem de uma a duas pessoas.

Praça da Liberdade, 266
Aberto de segunda a sexta das 11h30 à meia-noite. Aos sábados das 11h30 às 23h30 e, aos domingos, das 11h30 às 22h30. Nos feriados, o bar funciona apenas para o almoço, até as 17h.

Sweet Heart - bares e botecos japoneses

Restaurante Sweet Heart 2.0

No restaurante Sweet Heart 2.0, o happy hour tem promoções especiais entre 18h e 20h, com descontos de até 30% nas porções e bebidas. Entre as opções, a clássica batatinha frita, o frango karaague (empanado e frito), tonkatsu (carne de porco empanada com farinha panko e frita) e as gyosas (nas opções cozidas ou grelhadas). No cardápio há também opções de temakis, combinados de sushis, hot rolls e o hotpot: uma caldeirinha individual personalizada, montada pelo cliente, com opções de proteínas animais (bovina, porco, frango e peixe) e vegetais com caldos picantes ou não.

Entre as opções de bebidas não alcoólicas estão a Lemonade Pobá (uma limonada diferenciada que leva calda de blueberry ou melancia) e o Chá Pobá (chá preto com ou sem leite) com bolinhas de tapioca que incrementam e dão sabor especial à bebida. Entre as opções alcoólicas, cerveja ou drinques como Apple Mojito e a Classic Margarita. Nota: um bar charmoso, com um amplo salão, e que vai te surpreender na explosão de sabores, aromas e cultura.

Rua Thomaz Gonzaga, 45
Tel. (11) 3207-7026
Aberto de segunda a sábado das 12h às 15h e das 18h às 21h. Domingos e feriados, o estabelecimento funciona das 11h às 16h30.  

Cacique Azul

O clássico boteco brazuca está localizado na esquina da Rua da Glória com a Rua dos Estudantes, a duas quadras da estação Liberdade do metrô. Do boteco saem cervejas estupidamente geladas para alegrar ainda mais o happy hour de engravatados de bancos, agências e prédios públicos da região. O bar ainda recebe universitários das faculdades da região.

De segunda a sexta-feira, a partir das 16h, é difícil encontrar uma vaguinha em pé no balcão ou mesmo nas mesinhas altas, sem cadeiras, que lotam a calçada. Para comer você encontra diversas opções de sanduíches, refeições e porções. Entre as mais pedidas estão: batata frita, frango a passarinho e provolone à milanesa. Se bater aquela fome, confira no cardápio as opções de pratos executivos que são servidos durante o jantar.

Rua da Glória, 271
Aberto de segunda a sábado, das 6h às 23h.

Coelho de Ouro - bares e botecos japoneses

Coelho de Ouro

Recentemente reformado, o boteco é um dos pontos de encontro mais conhecidos e um dos queridinhos dos moradores, trabalhadores e frequentadores da região. Com porções de dar água na boca, como a de pernil temperado com cebola e pimentão, provolone à milanesa, contrafilé e dadinhos de tapioca (receita clássica do restaurante Mocotó, adaptada, e acompanhada com melaço apimentado), o bar aposta no clima informal e na simpatia para receber seus clientes.

No balcão você encontra coxinhas, quibes, fatias de pizza e uma suculenta fatia de torresmo, sequinha e bem carnuda, sai por R$ 5,00. O torresmo pode ser pedido também como porção aperitivo. Entre outras opções do cardápio destaque para as tapiocas. Para beber, as cervejas e as caipirinhas de cachaça são as preferidas do público. Dica: há diversas opções de sucos naturais.

Rua Galvão Bueno, 256
Tel. (11) 3271-9130

Aberto de segunda a sábado, das 6h às 22h. Fecha domingos e feriados.

 Restaurante Tia a Tia

Brasileiro ama churrasco, e um happy hour com cerveja e espetinhos não é de se abrir mão. Pois bem: no Tia a Tia você encontrará os espetos de carne bovina, linguiça suína, frango e queijo de coalho. As mesas são espalhadas pelo salão em seus dois andares. A casa também possui cardápio oriental de onde saem combinados de sushis, sashimis, hot rolls e niguiris.

Também há opção de rodízio oriental (R$ 69,00) com opções de pratos quentes e frios. No almoço, há opção de buffet com comida oriental e brasileira, por R$ 49,90 o quilo. Para beber, as cervejas saem estupidamente geladas e são as mais pedidas durante o happy hour. O bar também faz reserva de mesa com agendamento prévio pelo telefone ou pessoalmente. Dica: vale a pena conferir com o garçom possíveis descontos durante o período de happy hour (das 18h às 20h).

Rua Barão de Iguape, 169
Tel. (11) 3207-4396
Aberto todos os dias, das 11h30 às 22h.

LEIA TAMBÉM
Conheça bares com terraço no Centro de São Paulo