A Vida no Centro

Francine Costanti

Olhar literário

Francine Costanti é jornalista, e seus textos - na maioria sobre cultura e entretenimento - já passearam por algumas redações de portais e agências. Como inspiração pessoal, a ideia aqui é explorar a cena de música e literatura do Centro de São Paulo, desde os contos literários de Mário de Andrade até as letras de Emicida. Esse espaço é feito para e por todos. Por isso fique à vontade para deixar sugestões.

Paulista aberta mudou a cara do domingo na cidade; veja 10 lugares para visitar na famosa avenida

O fechamento para carros aos domingos é um excelente motivo para visitar a principal avenida da cidade. Veja o que fazer na Avenida Paulista

Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Uma das frases que mais ouvimos em São Paulo nos últimos tempos é “devemos ocupar os espaços públicos”. Não há melhor tradução para isso do que o decreto – aprovado em 2016 pela prefeitura – que permite que as pessoas andem livremente pela Avenida Paulista aos domingos e feriados, sem a intervenção dos carros. Hoje o passeio virou uma verdadeira atração turística da cidade, já que recebe muitos grupos de turistas que vêm de outras partes do Brasil e do mundo.

Há muitas formas de entretenimento na Avenida Paulista aberta aos domingos e feriados, como admirar a arquitetura riquíssima, ouvir música ao vivo da melhor qualidade, assistir a performances artísticas, experimentar comidinhas que são a cara da cidade e sentir muita energia boa. Portanto, se você nunca foi à Paulista, selecionei alguns passeios bacanas – a maioria tem entrada gratuita – para curtir o domingão.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Além desse roteiro cultural, você e sua família podem aproveitar as largas ruas para andar de bicicleta, patins, patinete ou skate, pois está tudo muito sinalizado, tanto o espaço para pedestres como para quem está trafegando sob rodas.

Casa das Rosas

A mansão imponente foi construída em 1935 para ser moradia de uma das filhas do arquiteto Ramos de Azevedo. Hoje abriga atividades culturais, como exposições, feiras, palestras e cursos dedicados à poesia. Você pode visitar toda a casa, desde o belíssimo saguão, até o primeiro andar e observar o jardim – muito bem cuidado – com uma grande diversidade de rosas. Ao lado do jardim há um café aberto delicioso que também serve almoço.

Av. Paulista, 37 – Domingo das 10h às 18h

Japan House

Bem em frente à Casa das Rosas, a Japan House já chama a atenção pela estrutura externa feita com tubos de madeira. O objetivo do centro – inaugurado há dois anos – é mostrar um pouco mais sobre a cultura japonesa para os brasileiros.  São dois andares de atrações culturais e um restaurante e café no térreo, com bebidas  gastronomia especiais do Japão.

Av. Paulista, 52 – Domingos das 10h às 18h

Sesc Paulista

Com um ano de vida, o prédio do Sesc Paulista é uma das atrações mais visitadas. O sucesso se dá por conta do famoso mirante no 17º andar, que traz uma vista privilegiada de toda a Avenida Paulista.  Ainda há muita coisa pra fazer ali, como cafés, restaurantes, shows e muita arte. A ideia é ir subindo em cada andar para conhecer e aproveitar tudo. Ah, a comida é boa e barata!

Av. Paulista, 119 – Domingo das 10h às 19h

Itaú Cultural

Exposições permanentes e itinerantes, espaço de cinema, shows, oficinas, teatro, e ocupações – que homenageiam grandes nomes da arte no Brasil – são algumas das atrações do centro – e todos os eventos são gratuitos. É um ótimo lugar para descansar durante o seu passeio e tomar um cafezinho no térreo. Consulte a agenda e fique por dentro da programação.

Av. Paulista, 149 – Domingo das 11h às 20h

Livraria Martins Fontes

É minha livraria preferida na cidade. Tenho apego a ela porque meu primeiro emprego era bem pertinho e eu sempre passava por lá para ver os novos títulos que chegavam. Apesar de ter caráter comercial, o ambiente e a disposição dos livros lembram muito as livrarias antigas, daquelas que só vemos em filmes. Dá pra se perder no meio de tantos novos nomes e páginas.

Av. Paulista, 509 – Domingo das 11h às 20h

Fiesp

Frequento o Fiesp desde a minha adolescência, porque amava ver as peças de teatro gratuitas com grandes nomes da cena. É um dos lugares mais agradáveis da Avenida Paulista. Aproveite para ir com calma e dar uma volta pelos andares, porque sempre está rolando mais de uma exposição. Os espaços são amplos e as exposições são impecáveis Há também o cantinho aconchegante do café e poltronas largas com vista para o jardim.

Av. Paulista, 1313 – Domingo das 10h às 20h

MASP

Um dos passeios mais populares da avenida que não perde seu encanto. Já na fachada o projeto inovador de Lina Bo Bardi causa impacto aos olhares. Ao entrar você se depara com uma coleção rara de quadros que te fará viajar pelo tempo. É, sem dúvida, um passeio obrigatório para entender um pouco da história da arte no mundo. Ainda aos domingos, há uma feirinha de antiguidades no vão livre.

Av. Paulista, 1578 – Domingo das 10h às 18h

Mirante 9 de Julho

Não é exatamente na Avenida Paulista, mas fica exatamente atrás do MASP.  É só descer as ruas laterais e você chega em dois minutos. Da escadaria gigante você descobre a razão do nome: é um verdadeiro mirante para a Avenida 9 de Julho. Descendo há um restaurante com pratos deliciosos e café especiais. O local ainda traz shows, festas de música, exposições e feiras.

R. Carlos Comenale, s/n – Domingo das 10h às 22h30

Parque Trianon

Nada melhor do que descansar as pernas tomando uma água de coco. Dê uma pausa no passeio para conhecer o parque com 48 mil m² de muito verde. No caminho, você verá crianças brincando, pessoas fazendo atividade física e muito espaço para caminhada. A sensação, ao ouvir o canto dos pássaros, é de estar fora do agito da cidade.

Rua Peixoto Gomide, 949 – Domingo das 06h às 18h

IMS Paulista – Instituto Moreira Salles

Última parada do roteiro, o instituto é perfeito para os amantes da fotografia, isto porque toda a programação é voltado para a arte, com palestras, cursos e exposições e a biblioteca do espaço conta com cerca de seis mil títulos. Vale a visita não só pelo conteúdo, mas também pela bela arquitetura do prédio. Quer almoçar por lá? Aproveite para experimentar as delícias do café Balaio, comandado pelo requisitado chef Rodrigo Oliveira, dono do Mocotó.

Av. Paulista, 2424 – Domingo das 10h às 20h

Leia também: VEJA FOTOS DO SESC AVENIDA PAULISTA: MIRANTE FICA NO PONTO MAIS ALTO DE SP

O QUE FAZER NO BIXIGA: VEJA DICAS DE LUGARES LEGAIS E SAIBA QUEM ESTÁ TRANSFORMANDO O BAIRRO