A Vida no Centro

Largo do Arouche - Sputnik
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Largo do Arouche, o novo point do Centro de São Paulo

Nos últimos anos, um novo Largo do Arouche vem se formando, mais moderno e descolado; conheça os bares, restaurantes e brechós que transformaram a região

 

Por Ariane Cordeiro

Um dos cenários mais emblemáticos do Centro, o Largo do Arouche mantém a tradição de vida boêmia com os tradicionais estabelecimentos da década de 1950, como o Mercado das Flores (1953), os restaurantes O Gato que Ri (1951) e o La Casserole (primeiro bistrô da capital, inaugurado em 1954). (leia matéria sobre bares e restaurantes tradicionais do Centro)

De lá para cá, a região foi palco de inúmeras transformações, passando por fases difíceis no fim dos anos 1990 e início dos anos 2000. Nos últimos anos, a região ganhou uma nova face, mais moderna e descolada, bem ao gosto dos novos moradores que se instalaram na região, mais jovens e dispostos a usufruir das facilidades de viver no Centro de São Paulo.

Largo do Arouche moderno e descolado

A abertura do Barouche, em 2016, iniciou este novo ciclo e outros estabelecimentos que foram chegando à região, que hoje tem restaurantes de várias especialidades e baladas variadas, além de lojinhas para incrementar o visual. Fizemos um roteiro para você aproveitar esta nova cena, de dia, à noite ou de madrugada. Dá para escolher.

 

BaroucheBarouche

Pioneiro da recente transformação do Largo do Arouche, o bar completa três anos em janeiro. É considerado um ponto de encontro mais cult da região, no qual moradores, artistas e jornalistas costumam estender os happy hours nas noites. O salão interno, bem pequeno, tem decoração clássica e o bar se espalha pelas mesas na calçada, propícias para quem gosta de observar o movimento. A casa possui uma variedade de drinques, petiscos e cervejas, porções e sanduíches, como o queijo brie, presunto cru, mostarda de Dijon e rúcula na ciabatta.

Endereço: Largo do Arouche, 103
Telefone: (11) 32249097
Aberto de quarta a domingo. De quarta a sexta-feira, das 18h à meia-noite, aos sábados das 17h à meia-noite, e aos domingos das 16h às 22h.

Sputnik

Sputnik

Mais nova casa da região, inaugurada em dezembro de 2018, o Sputnik aterrissou em frente ao Mercado das Flores. Comandada por Ronaldo Rinaldi (DJ Click), experiente da noite paulistana e também sócio em outros estabelecimentos no Centro como o Espaço Desmanche e o Blitz Haus, ambos no Baixo Augusta, e o jornalista Sérgio Oliveira (DJ Sérgiô), a casa tem decoração retrofuturista com referências espaciais e soviéticas.

Quer saber como é morar no Arouche? Clica aqui para ver um vídeo que fizemos.

A casa segue a tendência das novas baladas do Centro, como a Tokyo, e divide o espaço em quatro ambientes sendo bar/restaurante, lounge, karaokê e pista de dança. A influência do Leste Europeu continua no cardápio, com mais de 20 rótulos de vodca e releitura de pratos típicos da região, como estrogonofe e Charutinho Russo. Já a pista de dança busca reproduzir o fenômeno da Aurora Boreal, com efeitos de ondas ritmadas às batidas das pickups. As festas e programação podem ser conferidas pelo site.

Endereço: Largo do Arouche, 330
Telefone: (11) 2924-5083
Aberto de terça a domingo. Sendo que as terças, quartas e aos domingos a casa abre às 19h e encerra à 1h. De quinta a sábados abre às 19h e vai até as 6h.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Le Pettit Village

Le Petit Village – Bar e Restaurante

De Camarões para o Centro de São Paulo, o Le Petit Village é uma boa opção para quem quer experimentar novos sabores e conhecer a cultura africana. Com uma decoração com desenhos de mulheres negras vestidas com roupas típicas em tons vibrantes, a energia da África toma conta do salão e das mesas na calçada, para quem busca um ar mais descontraído. O restaurante é frequentado por imigrantes africanos e por brasileiros que todos os estados.

Entre os pratos mais pedidos estão a tilápia assada (que chega à mesa empanada e assada por inteira) e as asas de frango fritas. Já a carta do bar tem variadas opções de petiscos e porções africanas e brasileiras, entre elas a banana da terra frita e os Boulettes de Vlande (almôndegas de carne temperadas com cheiro verde, pimentão e pimenta). Para beber, as cervejas de 600 ml e as caipirinhas são as mais pedidas no balcão. Às sextas-feiras, a casa recebe música africana e brasileira ao vivo em uma balada que começa às 22h e vai até o Sol raiar.

Endereço: Avenida Vieira de Carvalho, 184
Telefone: (11) 3225-0234
Aberto de segunda a sábado, das 12h às 23h. As sextas, a casa fecha às 5h.

Vovô Ali

Vovô Ali

Com um atendimento atencioso dos funcionários e dos proprietários (Aliah Merhi, seu irmão Ahmed e o marido, Mohamed), o restaurante é uma das mais saborosas opções com o melhor custo-benefício da região. Especializado em shawarma ou kebabs (churrasco árabe), a casa traz as iguarias nas versões de carne bovina, frango e misto (carnes bovina e frango), falafel (os tradicionais bolinhos de massa de grão de bico), sugog (carne bovina moída temperada) e kafta (carne bovina moída temperada com salsinha, cebola e especiarias). Todas as opções são acompanhadas por tomate, acelga, pasta de alho e batatas fritas e podem ser pedidas como sanduíche (envoltas em pão sírio) ou no prato.

Há também opções de quibes fritos, pastas típicas como o homus, babaganuche e a coalhada seca, além de esfihas abertas e fechadas nos sabores de carne, queijo, coalhada com carne, escarola e a sugestão da casa, a esfiha Za´atar (massa coberta por uma mistura de especiarias árabes). Há também uma ampla variedade de doces árabes.

Endereço: Avenida Vieira de Carvalho, 203
Telefone: (11) 3331-0146
Aberto de segunda a sábado, das 12h às 20h. Fecha aos domingos.

Firmina Central

Firmina Central

A pizzaria Firmina Central (bar dos mesmos donos da Dona Firmina, em Moema), aberta no segundo semestre de 2018, é o mais novo point com sotaque europeu no Largo do Arouche. Especializada em pizza, a casa oferece a redonda nas opções individual (servidas no salão) e tamanho família (pedidas apenas pelo serviço de delivery). O espaço é aconchegante e inspira casais a encontros românticos, aos fundos do salão, ou grupos de amigos, que se encontram para forrar o estômago antes das baladas da região.

Entre os diferenciais da casa está o toque português nas criações encontradas nos sabores “especiais da terrinha”, como a “Portuguesa com certeza”, que leva queijo da Serra da Estrela, presunto defumado, ovo estrelado, anéis de cebola roxa e tempero verde, e a “Terras Novas”, com figo, presunto Parma, nozes e um fio de mel sobre uma camada de mussarela. Para beber, cervejas long necks e vinhos.

Endereço: Av. Vieira de Carvalho, 179
Telefone: (11) 3223-3878
Aberta de terça a domingo, sendo que de terças as quintas-feiras das 12h às 15h e das 19h às 23h. As sextas-feiras o horário vai das 12h às 15h e das 19h à meia-noite. Aos sábados das 12h às 16h e das 19h à meia-noite. E aos domingos, das 18h30 às 23h.

Brechó

Brechó

O número 260 do Largo do Arouche é um dos pontos de encontro dos amantes de moda e de quem é apaixonado por brechó e antiguidades. O amplo salão acolhe diversos expositores que formam mini-brechós ao longo do corredor. São diversas lojas no mesmo lugar, onde você encontra roupas, sapatos, bolsas, acessórios pessoais e para a casa. Todas as peças são limpas, lavadas e passadas, e de qualidade. O local é frequentado por muitos artistas que moram e frequentam a região, de drag queens a cantores sertanejos famosos. No Brechó, enquanto separa suas peças, você pode ir tomando uma cerveja, vendida no local, e conversando com os empreendedores e expositores, sempre muito simpáticos e atenciosos.

Largo do Arouche, 260
Aberto de segunda a segunda, das 11h às 20h.

Brechó Colmeia

Brechó Colmeia

O recém-inaugurado Brechó Colmeia, aberto desde em novembro, ganhou espaço próprio após um ano instalado em um dos espaços do salão do Brechó (no número 260 do Largo do Arouche). No novo endereço, o arquiteto Reginaldo da Luz traz o acervo pessoal com acessórios e peças raras todas no estilo vintage, a partir dos anos 1930. São relíquias e peças mais populares, como louças, taças, jóias, óculos, casacos, bolsas, sapatos, entre outras muitas opções. O estabelecimento é rico em diversidade cultural, com peças de diversos países do mundo, por isso contribuiu para o acervo decorativo do vizinho Sputnik. O Brechó Colméia funciona também como um espaço de coworking, com outros expositores de brechó e uma fábrica de bolos artesanais. Enquanto você escolhe a sua peça, você pode saborear ou levar para casa um bolo quentinho, recém-saído do forno.

Largo do Arouche, 207
Aberto de terça a domingo, das 10h às 20h.

*Como chegar: O Largo do Arouche a dois quarteirões da estação República do metrô (Linha Vermelha e Amarela). Saindo pela Rua do Arouche, é só virar à direita e caminhar por dois quarteirões.

Leia também:
BAR DOS ARCOS: CONHEÇA O NOVO BAR NO SUBSOLO DO THEATRO MUNICIPAL; VEJA FOTOS

DESCUBRA OS BARES E RESTAURANTES QUE ESTÃO AGITANDO A VILA BUARQUE