A Vida no Centro

Restaurantes históricos-Ponto Chic
Publicado em:
Tempo de leitura:5 minutos

Passeio pela história de SP: conheça os restaurantes históricos do Centro

A nova cena gastronômica no Centro é forte. Mas a região também tem um grande número de cafés e restaurantes históricos, que já viraram até ponto turístico e atraem clientes não só de São Paulo mas também visitantes de outras cidades e até estrangeiros. Conheça alguns

O Centro de São Paulo tem fervido com lugares novos e badalados. Tem pra todos os gostos e bolsos: baladas, bares, restaurantes e cafés. Mas a região também reserva ótimas opções para quem aprecia o charme da tradição e, o melhor de tudo, quer comer bem. A zona central reúne restaurantes históricos da cidade que, mesmo cercados por novidades, continuam firmes e fortes. Bateu aquela vontade de conhecê-los ou frequentá-los de novo? Pois então separamos alguns lugares que colecionam histórias e valem a sua visita. Para facilitar a locomoção, damos as dicas para chegar de metrô.

Ponto Chic

Com mais de 90 anos de história, é um dos bares mais tradicionais do Centro e continua no mesmo endereço de quando foi inaugurado, em 1922. Ele logo ocupou seu espaço na vida noturna que se desenvolvia ao longo da avenida São João, onde ficava a maioria dos cinemas, teatros, confeitarias, bares e restaurantes da cidade na época.  Em 1937, o estudante de direito Casimiro Pinto Neto, um frequentador assíduo, foi o responsável por criar o famoso sanduíche de Bauru, nome de sua cidade natal. Até hoje a receita é a mesma: pão francês, rosbife fatiado, queijo derretido em banho-maria, tomates e pepinos em conserva. O Ponto Chic é uma boa pedida para almoço, um chope depois do expediente ou para um passeio com a família no sábado.

Largo do Paissandu, 27
Segunda a sábado das 11h às 20h
Domingo é fechado
Telefone (11) 3222-6528

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo o que rola no centro

Como chegar: Desembarque na estação República (linha vermelha) pela saída da Rua Sete de Abril e caminhe cerca de 300 metros até a Avenida São João. O Ponto Chic fica à esquerda, em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário.

Restaurantes históricos-padaria santa tereza

Santa Tereza

Inaugurada por portugueses em 1872, é a padaria mais antiga do Brasil. O primeiro endereço do sobradinho era na Rua Santa Tereza. Depois de a casa ser demolida, na década de 1940, passou ao atual endereço, na Praça Dr. João Mendes. A padaria continua servindo a famosa canja de galinha e a coxa creme. São dois andares: no térreo funciona a padaria, com pães, salgados e doces e um balcão grande para comer na hora, e no andar de cima há diversas mesas para almoçar ou tomar café admirando a vista que dá para os fundos da Catedral da Sé.

Praça Dr. João Mendes, 150
Segunda a sexta das 6h às 22h
Sábado das 6h às 21h
Domingo das 07h às 21h
Telefone (11) 3105-1793

Como chegar: Desembarque na estação Sé (linha vermelha) pelo lado esquerdo (saída Rua Direita) da catraca e caminhe no sentido Praça da Sé. Você chegará à Praça Dr. João Mendes. A padaria fica de fundo para a Catedral da Sé, do outro lado da avenida.

Restaurantes históricos-carlino

Carlino

Fundado em 1881 pelo toscano Carlo Cecchini, é o restaurante mais antigo de São Paulo. Já teve três endereços, todos eles no Centro. Inaugurado no Largo do Paissandu, passou para a Avenida Vieira de Carvalho e hoje está na Rua Epitácio Pessoa, bem próximo ao edifício Copan. Ele é especialista em cozinha toscana e mantém os pratos clássicos no menu, como o polpettone recheado de mozzarella con gnocchi al pomodoro.

Rua Epitácio Pessoa, 85 – Vila Buarque
Segunda a quarta das 12h às 16h
Quinta e sexta das 12h às 16h e das 19h às 21h
Sábado e domingo das 12h às 16h
Telefone (11) 3258-5055

Como chegar: Desembarque na estação República pela saída da Rua Sete de Abril e caminhe pela Avenida Ipiranga até o edifício Copan. A Rua Epitácio Pessoa fica do outro lado da avenida e o restaurante, à esquerda.

Bar brahma

Bar Brahma

Com 70 anos de história (foi inaugurado em 1948), o bar é um ícone da boemia paulistana e, durante a ditadura militar, foi palco de discussões políticas e reuniões de artistas e intelectuais. É uma boa opção para almoço, happy hour ou programa com a família nos fins de semana. Para acompanhar o chope gelado, não falta uma boa trilha sonora, com shows de MPB e samba de raiz. Às sextas-feiras o bar é bastante badalado. Portanto, chegue cedo ou reserve seu lugar pelo site do bar – a reserva é sem custos para grupo de até 15 pessoas.

Av. São João, 677 (esquina com Avenida Ipiranga)
Segunda a sexta das 11h30 à 1h
Sábado das 11h30 às 2h
Domingo das 11h30 às 0h
Telefone (11) 2039-1250

Como chegar: Na estação República, desembarque pela saída da Praça da República. Ao passar pela catraca, vire à esquerda e continue caminhando pela Avenida Ipiranga. O bar fica no mesmo lado da calçada.

Restaurantes históricos-gato que ri

O Gato que Ri

É um dos mais populares restaurantes de comida italiana na região central. Foi fundado por Dona Amélia em 1951, uma italiana que trouxe na mala as receitas originais do cardápio, como a lasanha e o talharim verdes. Por muito tempo, Dona Amélia servia seu pudim de leite como cortesia para os clientes, e hoje ele faz parte do cardápio. Você também pode levar as massas frescas – que ficam expostas no balcão – para comer em casa.

Largo do Arouche, 37/41 – República
De domingo a quinta-feira, funciona das 11h às 24h
Sexta, sábado e domingo das 11h à 1h
Telefone (11) 3331-0089

Como chegar:
Na estação República do metrô (linha vermelha), desembarque pela saída “Rua do Arouche” e vire para o lado direito. Caminhe por cerca de 100 metros até o Largo do Arouche e vire à direita novamente.

Restaurantes históricos-casserole

La Casserole

Fundado em 1954 pelo francês Roger Henry, o restaurante está até hoje no mesmo endereço. O clima parisiense domina a decoração e o cardápio e está presente em todos os detalhes, desde a iluminação até os lustres do  salão. O cardápio tem pratos franceses tradicionais, como coq au vin, moules-frites e magret de canard. A vista que se tem de dentro para fora são as muitas espécies de plantas expostas no Mercado das Flores, que fica em frente ao restaurante.

Largo do Arouche, 346 – República
Segunda é fechado
Terça a sexta das 12h às 15h e das 19h à meia-noite
Sábado das 12h30 às 16h e das 19h à 0h30
Domingo das 12h30 às 16h30
Telefone (11) 3331-6283

Como chegar: Desça na estação República, pegue a saída da Rua do Arouche e vire para o lado direito. Caminhe por cerca de 100 metros até o Largo do Arouche. O restaurante está à esquerda.

Restaurantes históricos-sujinho

Sujinho

Desde os anos 1960, o Sujinho serve pratos com jeito de comida caseira, desde carnes à parmegiana até sua famosa bisteca. As quartas e sábados é servida a feijoada tradicional. A maioria dos pratos é ideal para servir duas pessoas. Além da unidade na Avenida Ipiranga há mais dois restaurantes, ambos na Rua da Consolação, um de frente para o outro, na altura do nº 2063 (nestas duas unidades da Consolação o pagamento é feito só com dinheiro).

Avenida Ipiranga, 1058
Segunda a sábado das 12h à meia-noite
Domingo das 12h às 23h
Telefone: (11) 3231-1299 / 3154-5207

Como chegar: Na estação República, desembarque pela saída da Praça da República. Ao passar pela catraca, à esquerda, continue caminhando na Avenida Ipiranga. O restaurante está à direita, na esquina com a Avenida Rio Branco.

Restaurantes históricos-café floresta

Café Floresta

Há mais de quatro décadas era inaugurado o Café Floresta, um simpático café que fica dentro do Copan. Nada mudou na fachada, na decoração, no cardápio e no enorme balcão de mármore onde são servidos os inúmeros tipos de café, salgados e bolos. Derivado de uma marca de cafés, com sede em Santos (SP), o lugar é especialista na bebida com aromas exóticos e tem aquele ar de padaria de bairro. Aproveite o passeio para conhecer outros bares e restaurantes que ficam dentro ou no entorno do edifício.

Copan – Avenida Ipiranga, 200, loja 21
Segunda a sábado das 6h30 à 0h30
Domingo das 7h à 0h30
Telefone: (11) 3259-8416

Como chegar:
Desça na estação República do metrô e desembarque pela “Sete de Abril”. Siga reto até a altura do número 200 e vire à esquerda. O café fica na entrada do Copan.

Restaurantes históricos-estadão

Bar Estadão

Famoso pelo lanche de pernil e por funcionar 24h de domingo a domingo, o Bar Estadão é um dos lugares desta lista que você não pode deixar de visitar. Inaugurado por portugueses em 1968, o bar é como a segunda casa de muitas pessoas que moram perto e por quem está a fim de matar a fome depois da balada. Localizado numa área de fácil acesso, perto das estações República e Anhangabaú, é frequentado por todas as tribos. Além dos lanches bem servidos e das refeições caprichadas a preços bem honestos, o atendimento é impecável e eficiente – a linha de produção não falha! E a comida chega em poucos minutos.

Viaduto Nove de Julho, 193
24h por dia / 7 dias por semana
Telefone: (11) 3257-7121

Como chegar: Desembarque na estação Anhangabaú pela saída da Rua Cel. Xavier de Toledo e vá em direção à Rua da Consolação. Depois vire à esquerda no Viaduto Nove de Julho. O bar está à direita.